Sagmariasus verreauxi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sagmariasus)
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma infocaixa de taxonomiaSagmariasus verreauxi
Sagmariasus verreauxi

Sagmariasus verreauxi
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante  [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Crustacea
Classe: Malacostraca
Ordem: Decapoda
Família: Palinuridae
Género: Sagmariasus
Holthuis, 1991
Espécie: S. verreauxi
Nome binomial
Sagmariasus verreauxi
(H. Milne-Edwards, 1851)
Sinónimos [2][3]
  • Palinurus verreauxi H. Milne-Edwards, 1851
  • Jasus verreauxi (H. Milne-Edwards, 1851)
  • Palinurus huegelii Heller, 1862
  • Palinurus tumidus Kirk, 1880
  • Palinurus giganteus Kirk, 1880
  • Jasus huegelii Ortmann, 1891
  • Palinosytus huegelii Stebbing, 1893

Sagmariasus verreauxi (H. Milne-Edwards, 1851) é uma espécie de lagosta com distribuição natural nas águas marinhas em torno do norte da Nova Zelândia, das ilhas Kermadec, das ilhas Chatham e nas costas da Austrália desde Queensland à Tasmânia.[3] A espécie é considerada como o crustáceo decápode mais comprido que se conhece, a par da lagosta-americana (Homarus americanus), podendo ultrapassar os 60 cm de comprimento.[3]

Descrição[editar | editar código-fonte]

A espécie tem múltiplos nomes comuns na língua inglesa, sendo crayfish o mais comum.[2] Na língua māori é conhecida pelo nome comumde pawharu.[2]

A espécie S. verreauxi foi anteriormente incluída no género Jasus, mas foi separda para passar a constituir o género monotípico Sagmariasus devido à ausência de esculturação no abdómen, característica que ocorre em todas as espécies de Jasus.[3]

O nome genérico Sagmarasius tem como etimologia a palavra grega σαγμαριον (sagmarion), que significa besta de carga, uma referência ao nome comum da espécie ("packhorse crayfish") usado na Austrália.[3]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Lista Vermelha da IUCN (em inglês)[1] .
  2. a b c T. Chan (2009). «Sagmariasus verreauxi (H. Milne Edwards, 1851)». World Register of Marine Species. Consultado em 10 de maio de 2010 
  3. a b c d e Lipke B. Holthuis (1991). «Jasus verreauxi (Green rock lobster)». FAO Species Catalogue, Volume 13. Marine Lobsters of the World. Col: FAO Fisheries Synopsis No. 125. [S.l.]: Food and Agriculture Organization. pp. 104–106. ISBN 92-5-103027-8 

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Booth, John (2011). Spiny lobsters : through the eyes of the giant packhorse. Wellington [N.Z.]: Victoria University Press. ISBN 9780864736550