Sagmariasus verreauxi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaSagmariasus verreauxi
Sagmariasus verreauxi

Sagmariasus verreauxi
Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante  [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Crustacea
Classe: Malacostraca
Ordem: Decapoda
Família: Palinuridae
Género: Sagmariasus
Holthuis, 1991
Espécie: S. verreauxi
Nome binomial
Sagmariasus verreauxi
(H. Milne-Edwards, 1851)
Sinónimos [2][3]
  • Palinurus verreauxi H. Milne-Edwards, 1851
  • Jasus verreauxi (H. Milne-Edwards, 1851)
  • Palinurus huegelii Heller, 1862
  • Palinurus tumidus Kirk, 1880
  • Palinurus giganteus Kirk, 1880
  • Jasus huegelii Ortmann, 1891
  • Palinosytus huegelii Stebbing, 1893

Sagmariasus verreauxi (H. Milne-Edwards, 1851) é uma espécie de lagosta com distribuição natural nas águas marinhas em torno do norte da Nova Zelândia, das ilhas Kermadec, das ilhas Chatham e nas costas da Austrália desde Queensland à Tasmânia.[3] A espécie é considerada como o crustáceo decápode mais comprido que se conhece, a par da lagosta-americana (Homarus americanus), podendo ultrapassar os 60 cm de comprimento.[3]

Descrição[editar | editar código-fonte]

A espécie tem múltiplos nomes comuns na língua inglesa, sendo crayfish o mais comum.[2] Na língua māori é conhecida pelo nome comumde pawharu.[2]

A espécie S. verreauxi foi anteriormente incluída no género Jasus, mas foi separda para passar a constituir o género monotípico Sagmariasus devido à ausência de esculturação no abdómen, característica que ocorre em todas as espécies de Jasus.[3]

O nome genérico Sagmarasius tem como etimologia a palavra grega σαγμαριον (sagmarion), que significa besta de carga, uma referência ao nome comum da espécie ("packhorse crayfish") usado na Austrália.[3]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Lista Vermelha da IUCN (em inglês)[1] .
  2. a b c T. Chan (2009). «Sagmariasus verreauxi (H. Milne Edwards, 1851)». World Register of Marine Species. Consultado em May 10, 2010  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  3. a b c d e Lipke B. Holthuis (1991). «Jasus verreauxi (Green rock lobster)». FAO Species Catalogue, Volume 13. Marine Lobsters of the World. FAO Fisheries Synopsis No. 125. Food and Agriculture Organization. pp. 104–106. ISBN 92-5-103027-8 

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Booth, John (2011). Spiny lobsters : through the eyes of the giant packhorse. Wellington [N.Z.]: Victoria University Press. ISBN 9780864736550