Salustiano de Olózaga y Almandoz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada. Foi sugerido que adicione esta.
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Salustiano Olózaga

Salustiano de Olózaga (Oyón, 8 de junho de 1805Paris, 26 de setembro de 1873) foi um militar, escritor, advogado e político espanhol.

Estudou filosofia em Saragoça e Madri, onde também estudou direito. Foi membro da Milícia Nacional, e liberal convencido, participou como oficial defendendo o estabelecimento das Cortes de Cádiz.

Exilou-se em San Juan de Luz, França, em 1831, fugindo da política repressiva de Fernando VII, depois das revoltas de 1831.

Apoiou Baldomero Espartero no enfrentamento à Lei de Ajuntamentos da regente Maria Cristina de Bourbon.

Foi nomeado embaixador em Paris e, após o fim do governo de Espartero, nomeado Presidente do Conselho de Ministros


Precedido por
Joaquín María López
Presidentes do governo de Espanha
1843
Sucedido por
Luis González Bravo
Precedido por
Luis Oseñalde
Bandera de Madrid.svg
Alcaide de Madrid

1840
Sucedido por
Joaquín María Ferrer