Shane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shane
Shane (PT)
Os Brutos Também Amam (BR)
 Estados Unidos
1953 •  cor •  118 min 
Direção George Stevens
Produção George Stevens
Roteiro A.B. Guthrie Jr.
Baseado em Shane
de Jack Schaefer
Elenco Alan Ladd
Jean Arthur
Van Heflin
Jack Palance
Ben Johnson
Gênero faroeste
Música Victor Young
Cinematografia Loyal Griggs
Edição William Hornbeck
Tom McAdoo
Distribuição Paramount Pictures
Lançamento Estados Unidos 23 de Abril de 1953
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Shane (Os Brutos Também Amam[1] (título no Brasil) ou Shane[2] (título em Portugal)) é um filme de faroeste Technicolor americano de 1953 da Paramount Pictures, conhecida pela sua paisagem cinematográfica, edição, performances e contribuições para o gênero. O filme foi produzido e dirigido por George Stevens. O roteiro é de A.B. Guthrie Jr., adaptado do romance de mesmo nome de 1949 de Jack Schaefer. Sua cinematografia vencedora do Oscar foi de Loyal Griggs. Shane estrela Alan Ladd e Jean Arthur no último longa-metragem (e único colorido) de sua carreira. O filme também mostra Van Heflin e apresenta Brandon deWilde, Jack Palance, Emile Meyer, Elisha Cook Jr. e Ben Johnson.

American Film Institute incluiu Shane em sua lista dos melhores filmes americanos em 1998, no 69º lugar e novamente em 2007, quando subiu para o 45º lugar.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme conta a história do misterioso pistoleiro chamado Shane, recém-chegado a uma região de assentamentos e pequenos sitiantes num vale do Wyoming. Os colonos lutam por seus direitos contra os grandes criadores de gado, que controlam a maior parte da terra, e Shane logo se envolve no conflito.

Shane, que quer mudar de vida, aceita trabalhar na pequena fazenda de Starret. Ele sente-se atraído pela esposa de Starret, a charmosa Marian. O filho de Starret, Joey, logo se interessa por Shane e descobre o seu cinturão com uma pistola, que o cowboy havia escondido. O rapaz assiste boquiaberto a Shane, quando este lhe mostra a sua habilidade com as armas, disparando vários tiros certeiros em diferentes alvos. Shane torna-se um ídolo para Joey.

A tensão entre as facções em conflito aumenta quando Ryker, o fazendeiro mais poderoso da região, contrata o temível pistoleiro Jack Wilson para pressionar os proprietários dos sítios. Depois de muitas provocações, Joe Starrett decide matar Wilson e Ryker para salvar a cidade, mas é impedido por Shane. Starrett e Shane lutam e o vencedor, Shane, vai para o duelo contra Wilson.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Oscar 1954 (EUA)

BAFTA 1954 (Reino Unido)

  • Indicado nas categorias de melhor filme de qualquer origem e melhor ator estrangeiro (Van Heflin).

Shane na cultura popular[editar | editar código-fonte]

  • Shane aparece numa série de televisão de 1966, interpretado por David Carradine.
  • Clint Eastwood dirigiu um semi-remake de Shane, chamado Pale Rider (Cavaleiro Solitário, no Brasil).
  • Sergio Leone em Per qualche dollaro in più (Por uns dolares a mais, no Brasil), fez uma homenagem à seqüência em que Shane foi visto atirando, pelo garoto.
  • Em uma tira de Snoopy, de Charles Schulz, o cãozinho se veste de cowboy. Woodstock diz: Volte Shane!, em seu dialeto característico.
  • Shane foi mencionado como o melhor filme para Al Budy, no seriado de televisão Married with Children.
  • Nos quadrinhos do X-Men Ultimate, Tempestade compara o nômade Wolverine com Shane, dizendo from town to town, righting wrongs (de cidade em cidade, corrigindo erros).
  • Na série de televisão do Batman, Cliff Robertson interpreta um vilão chamado "Shame" (trocadilho em inglês, misturando Shane com shame (vergonha)). Sua roupa é idêntica a de Shane, e um garoto diz: Come back, Shame!, quando Batman o leva para a prisão.
  • No filme Goodfellas (Os Bons Companheiros, no Brasil), o personagem de Joe Pesci antes de atirar no pé do garçom, pergunta ao personagem de Robert De Niro: What was that cowboy movie that starred Humphrey Bogart? (qual o filme de cowboy estrelado por Humphrey Bogart?), e De Niro responde, brincando: Shane. Mas o filme era The Oklahoma Kid, no qual o pistoleiro atira no chão fazendo os outros dançarem.
  • Na série animada "Hey Arnold" da Nickelodeon, no episódio "nado sincronizado" foi feita uma referência ao filme porém, o nome "Shane" foi trocado por "Wayne" e a icônica frase foi substituída por "Wayne! Wayne! Volte Wayne".
  • Em "Logan", Charles Xavier assiste Shane e o discurso final para Joey é mostrado com ênfase.

Referências

  1. Shane (em português) no AdoroCinema (Brasil)
  2. Shane (em português) no CineCartaz (Portugal)


Ligações externas[editar | editar código-fonte]