Ellen Corby

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ellen Corby
Ellen Corby, ao lado de Richard Thomas, em Os Waltons
Nascimento 3 de junho de 1911
Racine, Wisconsin,  Estados Unidos
Morte 14 de abril de 1999 (87 anos)
Woodland Hills, Los Angeles
Cônjuge Francis Corby (1934-1944, divorciada)
Ocupação atriz, ator, radialista, diretor
Principais trabalhos Os Waltons

Ellen Hansen Corby (Racine, 3 de junho de 1911 – Los Angeles, 14 de abril de 1999) foi uma atriz norte-americana. É lembrada principalmente por sua atuação como Vovó Esther Walton, na séria televisiva Os Waltons, trabalho que lhe rendeu três prêmios Emmy Awards. Foi indicada ao Oscar por interpretar a personagem Tia Trina, em I Remember Mama.[1]

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Batizada como Ellen Hansen, nasceu na cidade de Racine, Wisconsin. Filha de imigrantes dinamarqueses, cresceu em Philadelphia, Pennsylvania. Ao frequentar o ensino médio, na cidade de Atlantic City, se interessou pelo teatro, vindo a trabalhar como corista num curto espaço de tempo, no ano de 1932.

No mesmo ano mudou-se para Hollywood, onde conseguiu um emprego de redatora nos estúdios RKO e Hal Roach Studios, para depois trabalhar em algumas comédias ao lado de seu futuro marido, Francis Corby. Ela se manteve nos doze anos seguintes tendo aulas de interpretação ao seu lado.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Corby iniciou sua carreira como redatora da séria Western Twilight on the Trail, dos Estúdios Paramount. Participou de muitos filmes nas décadas de 1930 e 1940, incluindo Babes in Toyland e It's a Wonderful Life, mas seu primeiro filme creditado como atriz foi em 1945, interpretando uma camareira em Cornered.

Em 1948 recebeu o Prêmio Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante em I Remember Mama. Nas quatro décadas seguintes atuou em inúmeros filmes e séries televisivas, geralmente representando empregadas domésticas, secretárias e camareiras, período em que teve um papel de destaque como Henrietta Porter, em Trackdown (1957–1959).

Trabalhou nas séries Wagon Train, Cheyenne (Série de TV, 1955), Cheyenne, Dragnet (série), Dragnet Rescue 8, The Restless Gun, The Rifleman, Fury, The Donna Reed Show, Hazel, I Love Lucy, Dennis the Menace, Tightrope, Bonanza, Meet McGraw, The Virginian, Channing, Alfred Hitchcock Presents, Batman, Get Smart, Gomer Pyle, A Família Adams, The Beverly Hillbillies, The Andy Griffith Show, e Night Gallery. Entre 1965 e 1967 se destacou na série da NBC Please Don't Eat the Daisies, baseado num filme anterior de Doris Day. Fez uma participação na série Agente 86, fazendo uma vilã.

Seu trabalho mais conhecido, porém, iniciou-se em 1971, no papel da Vovó Esther Walton, no filme piloto da futura série Os Waltons, denominado The Homecoming: A Christmas Story.

Seu marido no filme piloto, Zebulon Walton, foi interpretado pelo ator Edgar Bergen, substituído por Will Geer na série. Pelo trabalho, Corby recebeu três prêmios Emmy Awards e outras três indicações como melhor atriz coadjuvante. Deixou as gravações após sofrer um AVC, em novembro de 1976, o que limitou sua voz e seus movimentos. Retornou ao papel no final de 1977, quando a personagem incorporou as limitações impostas pelo AVC à atriz na vida real.

Ela ainda interpretou a personagem seis vezes, nos especiais Waltons Reunions, entre 1982 e 1997.[2][3]

Vida Privada[editar | editar código-fonte]

Ellen Hansen casou-se com Francis Corby, um diretor de cinema, divorciando-se em 1944. Não teve filhos e não mais se casou. Francis Corby faleceu em 1956.

Seu último trabalho foi em A Walton Easter (1997). Ellen Corby morreu no Motion Picture & Television Country House and Hospital em Woodland Hills, Los Angeles, Califórnia, aos 87 anos. Foi sepultada no Forest Lawn Memorial Park Cemetery, em Glendale, California.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Escritora[editar | editar código-fonte]

Outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

  • Swiss Miss (1938)

Referências