Sikorsky S-10

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
S-10
Avião
Descrição
Tipo / Missão Avião de treinamento e Hidroavião de reconhecimento
País de origem Rússia Império Russo
Fabricante Russo-Báltica
Quantidade produzida 16 unidade(s)
Desenvolvido de Sikorsky S-6
Introduzido em 1913
Aposentado em 1916
Tripulação 2
Passageiros 1 passageiro(s)
Especificações (Modelo: S-10 Gnome)
Dimensões
Comprimento m (26,2 ft)
Envergadura 16,9 m (55,4 ft)
Área das asas 30  (323 ft²)
Alongamento 9.5
Peso(s)
Peso vazio 567 kg (1 250 lb)
Peso carregado 1 011 kg (2 230 lb)
Propulsão
Motor(es) 1x Gnome Monosoupape
Potência (por motor) 80 hp (59,7 kW)
Performance
Velocidade máxima 99 km/h (53,4 kn)
Alcance (MTOW) 500 km (311 mi)
Notas
Fonte[1]

O Sikorsky S-10 foi um avião militar construído no Império Russo que serviu na Frota do Báltico do verão de 1913 a 1915. Após Igor Sikorsky ter construído com sucesso o Sikorsky S-6 para os militares russos, tentou construir outra aeronave para eles. O S-10 era um S-6B modificado produzido pela Russo-Báltica. Aproximadatamente 16 modelos de produção do S-10 foram construídos. Tinha um motor menos potente e com estrutura pouco mais fraca que o S-6 Utilizou um motor de 80 hp Gnome Monosoupape ou um de 100 hp Argus Motoren. Alguns foram utilizados no primeiro porta hidroaviões operacional do mundo.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Sikorsky construiu um S-10 especial para a competição militar de 1913. Este S-10 em particular utilizava um motor de 80 hp Gnome. O comprimento foi aumentado em 150 mm e era equipado com painéis externos que podiam ser retirados para armazenamento. Os dois assentos eram lado a lado e o manche podia ser utilizado entre o piloto ou o copiloto em voo.

A aeronave recebeu o primeiro prêmio na competição, apesar de faltar velocidade e a manobrabilidade que o S-6B tinha. Sua carga paga de 48% do peso da aeronave era excepcional. Após sua envergadura ter sido reduzida para 3050 mm e o motor Gnome ter sido substituído, o S-10 serviu como avião de treinamento e para reconhecimento na Frota do Báltico.[1]

Versões[editar | editar código-fonte]

S-10 Gnome[editar | editar código-fonte]

  • Tripulação: 2
  • Capacidade: 3
  • Comprimento: 8,0 m
  • Envergadura: 16,9 m
  • Peso básico vazio: 567 kg
  • Peso carregado: 1011 kg
  • Motor: 1x Gnome Monosoupape de 80 hp (60 kW)
  • Carga alar: 22 kg/m²
  • Peso/potência: 12.7 kg/hp
  • Velocidade máxima: 99 km/h
  • Alcance: 500 km
  • Subida para 500 m: 5min 20s

S-10 Argus

  • Tripulação: 2
  • Capacidade: 3
  • Comprimento: 8,0 m
  • Envergadura: 13,7 m
  • Peso básico vazio: 550 kg
  • Peso carregado: 850 kg
  • Motor: 1x Argus Motoren de 100 hp (75 kW)
  • Carga alar: 24.3 kg/m²
  • Peso/potência: 8.5 kg/hp
  • Velocidade máxima: 99 km/h
  • Alcance: 500 km

Recordes[editar | editar código-fonte]

O piloto de teste russo Gleb Alekhnovich bateu o recorde de voar 500 km em 4 horas, 56 minutos e 12 segundos sem parada com o S-10.[2]

Sikorsky S-10 na versão terrestre

Operadores[editar | editar código-fonte]

Rússia Império Russo

Referências

  1. a b «S-10, Sikorsky» (em inglês) 
  2. Shavrov, VB. History of aircraft construction in the USSR (em inglês). 1. [S.l.: s.n.] pp. 94–95 
Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.