Sikorsky R-4

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sikorsky R-4
Helicóptero
Frank Erickson, comandante da Guarda Costeira dos Estados Unidos e Igor Sikorsky, num R-4 em 1944.
Descrição
Tipo / Missão Helicóptero de ataque, Helicóptero militar
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Sikorsky
Período de produção 1942-1944
Quantidade produzida 131
Desenvolvido de Vought-Sikorsky VS-300
Desenvolvido em Sikorsky R-6
Sikorsky H-5
Primeiro voo em 13 de fevereiro de 1942 (76 anos)
Introduzido em 1942
Tripulação 1
Passageiros 1 passageiro(s)
Especificações (Modelo: R-4B)
Dimensões
Comprimento 10,2 m (33,5 ft)
Altura 3,8 m (12,5 ft)
Diâmetro do(s) rotor(es) 11,5 m (37,7 ft)
Peso(s)
Peso vazio 952 kg (2 100 lb)
Peso carregado 1 170 kg (2 580 lb)
Propulsão
Motor(es) 1 x motor a pistão radial Warner R-550
Potência (por motor) 200 hp (149 kW)
Performance
Velocidade máxima 120 km/h (64,7 kn)
Velocidade de cruzeiro 105 km/h (56,6 kn)
Teto máximo 2 400 m (7 870 ft)

O Sikorsky R-4 foi um dos primeiros helicópteros e o primeiro a ser produzido em larga escala. Foi projetado por Igor Sikorsky em 1942, e produzido no mesmo ano para a Força Aérea Americana, e mais tarde foi utilizado também pela RAF e pela Marinha Real.[1]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O VS-316 foi desenvolvido a partir do famoso helicóptero experimental VS-300, inventado por Igor Sikorsky, que o demonstrou publicamente em 1940. O VS-316 foi designado XR-4.

O XR-4 fez seu voo inicial em 13 de Janeiro de 1942 e foi aceito pelo Exército em 30 de maio de 1942. O XR-4 completou 761 milhas (1.225 km) em voo de Connecticut para Ohio, em uma altitude de 12.000 pés (3.700m), 100 horas de serviço em voo sem nenhum incidente grave e uma velocidade no ar de aproximadamente 90 mph (140 km/h).[2]

Na USAF, era designado "Rotorcraft", e na RAF era "Hoverfly".

Operadores[editar | editar código-fonte]

 Estados Unidos

 Reino Unido

Sucessão[editar | editar código-fonte]

Ao passar dos anos, o R-4 foi sendo substituído pelo seu sucessor, o R-6, que tinha melhor autonomia de voo, além de uma melhor fuselagem. O R-4 ficou até os anos 1960 em serviço na RAF, quando foi aposentado em 1966.

Sobreviventes[editar | editar código-fonte]

Reino Unido
  • Hoverfly Mk.1, KL110 (pintado como KK995) na Royal Air Force Museum. Fornecido sob Lend-Lease, que chegou na Grã-Bretanha em fevereiro de 1945. Ele voou com a RAF, depois, a Marinha Real, até 1951. Foi usado pelo College of Aeronautics, Cranfield, até que foi apresentado ao museu RAF em 1966.
Estados Unidos
  • XR-4C protótipo, do Museu Smithsonian Steven F. Udvar-Hazy Center.
  • R-4B (s / n 43-46506) está em exibição no Museu Nacional da Força Aérea dos Estados Unidos em Wright-Patterson, perto de DaytonOhio. Foi doado pela Universidade de Illinois, em 1967.
  • R4-B, número de série 43-46503, está em exibição no Museu do Ar New England, localizado próximo ao Aeroporto Internacional de Bradley, em Windsor Locks, CT.
  • Museu Nacional da Aviação Naval em Pensacola, Florida. Exposição é um Hoverfly HNS-1 (Bureau Número 39047) - Na exposição estática interior em marcações da Guarda Costeira.
  • Museu da Aviação do Exército em Fort Rucker, Alabama. US Army R-4B Hoverfly (Número de série 43-46592) e R-6A Hoverfly II (Número de série 43-45473) em exibição estática interior.
  • Yanks Air Museum em Chino, Califórnia tem um (Número de série R-4B 43-46534) em seu hangar restauração.

Referências[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Sikorsky R-4
  1. «Britain's Test Pilots». Consultado em 16 de novembro de 2015. 
  2. «A History Coast Guard Aviation» (PDF). Consultado em 16 de novembro de 2015. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.