Guarda Costeira dos Estados Unidos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Guarda Costeira dos Estados Unidos
Mark of the U.S. Coast Guard.svg
Emblema da Guarda Costeira dos Estados Unidos
País  Estados Unidos
Efetivo 40 992 militares ativos
7 000 reservistas
31 000 auxiliares
8 577 empregados civis
(ate 2018)[1]

~ 1 900 embarcações
+ 200 aeronaves[2]
Estrutura Marinha dos Estados Unidos
Lema Semper Paratus
Comandante Supremo Master Chief Petty Officer of the Coast Guard Steven W. Cantrell
Comandante Almirante Karl L. Schultz
Insígnia Racing Stripe CGMark W.png
Website http://www.uscg.mil/
Um militar da Guarda Costeira, em 2007, fazendo uma apreensão.

A Guarda Costeira dos Estados Unidos (ou United States Coast Guard, na sigla USCG) é um braço armado das forças armadas americanas que cuidam da segurança marítima, busca e salvamento, e direito marítimo. A Guarda Costeira é um serviço marítimo, militar e multimissão único entre os ramos militares dos Estados Unidos por ter uma missão de aplicação da lei marítima com jurisdição em águas domésticas e internacionais e uma agência reguladora do governo federal como parte dos seus deveres. Em tempos de paz, opera sob o comando do Departamento de Segurança Interna, podendo ser transferida para responsabilidade do Departamento da Marinha, sob o guarda-chuva do Departamento de Defesa pelo Presidente, em qualquer momento, ou pelo Congresso em tempos de guerra. Antes da sua transferência para o Departamento de Segurança Interna, a Guarda Costeira operava sob a tutela do Departamento de Transporte de 1967 até 2003 e do Departamento do Tesouro antes de 1967.[3][4] Apenas uma vez houve uma transferência pedida pelo Congresso, em 1917, durante a Primeira Guerra Mundial.[5] Quando os Estados Unidos entraram na Segunda Guerra Mundial, em dezembro de 1941, a Guarda Costeira já tinha sido transferida para controle da Defesa, pelo presidente Franklin Roosevelt, em novembro.[6]

Pequenos barcos de patrulha da Guarda Costeira.

Criada pelo Congresso em 4 de agosto de 1790 a pedido de Alexander Hamilton como Receita-Marinha, é o serviço marítimo contínuo mais antigo dos Estados Unidos. Como Secretário do Tesouro, Hamilton liderava a Receita-Marinha, cujo o principal propósito era coletar tarifas alfandegárias nos portos dos Estados Unidos. Na década de 1860, o departamento conhecido como Serviço de Receita e o termo Receita-Marinha caíram em desuso.[7] A Guarda Costeira moderna foi formada pela fusão do Serviço de Receita e o Serviço de Salvamento em 28 de janeiro de 1915, sob o Departamento do Tesouro. Em 1939, o Serviço de Salvamento foi formalmente fundido com a Guarda Costeira.

Como um dos seis braços das Forças Armadas, a Guarda Costeira se envolveu com todas as grandes guerras travadas pelos Estados Unidos desde 1790, da Quase-guerra contra a França até a Guerra ao Terror.[8][9]

Até 2018, a Guarda Costeira tinha 40 992 militares no serviço ativo, 7 000 reservistas, 8 577 civis e 31 000 membros auxiliares, com uma força de 87 569 empregados.[1] A Guarda Costeira ainda mantém uma frota de 243 navios costeiros e navios de patrulha oceânicos, navios-balizadores, rebocadores, quebra-gelos e 1 650 embarcações menores, além de um inventário de 201 aeronaves (a maioria helicópteros).[10] Embora seja o segundo menor ramo das forças armadas dos Estados Unidos em termos de militares servindo, a Guarda Costeira americana é a décima-segunda maior força naval do mundo em 2018.[11][12]

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «United States Coast Guard > Our Organization > Workforce». US Coast Guard. Consultado em 16 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 16 de outubro de 2019 
  2. «Homeland Security Budget-in-Brief Fiscal Year 2009» (PDF). United States Department of Homeland Security. 2009. p. 53 
  3. «2003 – Coast Guard Transferred to the Department of Homeland Security». cgaviationhistory.org. Coast Guard Aviation Association. Consultado em 12 de abril de 2021. Cópia arquivada em 23 de setembro de 2020 
  4. «1967 – United States Coast Guard Transferred to the Department of Transportation». cgaviationhistory.org. Coast Guard Aviation Association. Consultado em 12 de abril de 2021 
  5. United States Coast Guard. «Timeline of Coast Guard Organizational History» (PDF). United States Department of Homeland Security. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 13 de junho de 2013 
  6. United States Coast Guard. «Timeline of Coast Guard Organizational History» (PDF). United States Department of Homeland Security. Consultado em 18 de janeiro de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 13 de junho de 2013 
  7. Johnson, Robert Irwin (1987). Guardians of the Sea, History of the United States Coast Guard, 1915 to the Present. Annapolis, Maryland: Naval Institute Press. pp. 1–2. ISBN 978-0-87021-720-3 
  8. Scheina, Robert (11 de outubro de 2012). «The U.S. Coast Guard at War». Coast Guard Historian's Office. Consultado em 15 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 28 de setembro de 2013 
  9. LaRouche, Monique (2012). «The Coast Guard RAIDs Afghanistan». U.S. Coast Guard. Reservist. LXI (1): 18. Consultado em 15 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 28 de setembro de 2013 
  10. «Operational_Assets». US Coast Guard. Consultado em 16 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 16 de outubro de 2019 
  11. «Happy 225th Birthday to the United States Coast Guard! « Coast Guard Auxiliary Live». live.cgaux.org. Consultado em 18 de abril de 2018. Cópia arquivada em 10 de julho de 2018 
  12. «Coast Guard Organization and Administration, Chapter One». Consultado em 7 de outubro de 2013. Cópia arquivada em 3 de novembro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Guarda Costeira dos Estados Unidos