Soraia Chaves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Soraia Chaves
Desfilando no Portugal Fashion em 2005.
Nascimento 22 de junho de 1982 (40 anos)
Paredes, Besteiros, Portugal Portugal
Nacionalidade portuguesa
Ocupação atriz e modelo
Outros prêmios
Globo de Ouro de melhor atriz em cinema (2008)

Soraia Chaves (Paredes, Besteiros, 22 de Junho de 1982) é uma atriz e modelo portuguesa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1997, ganhou o concurso Elite Model Look Portugal com 15 anos, o que lhe possibilitou a entrada no mundo da moda tendo sido modelo durante 12 anos.[1]

A sua estreia como atriz aconteceu com o papel da protagonista Amélia no filme O Crime do Padre Amaro. A sua interpretação neste filme, que foi um grande sucesso em Portugal, deu-lhe fama imediata e virou as atenções nacionais para a ex-modelo.

Em 2006 participa na série Aqui não Há Quem Viva da SIC.

Venceu o Globo de Ouro de melhor actriz de cinema em 2007, pelo seu desempenho no filme Call Girl.[2]

Após 2007, continuou a sua carreira de atriz no cinema e na televisão portugueses embora tenha vivido em Madrid durante três anos para estudar representação.[3] Participa na mini-série Barcelona, Cidade Neutral, uma produção espanhola.[4]

Em 2008 teve uma participação especial na telenovela Jura. Em 2009 participa em A Vida Privada de Salazar, o que lhe valeu a distinção com o prémio de Actores de Cinema da Fundação GDA (Cooperativa de Gestão dos Direitos dos Artistas), juntamente com Virgílio Castelo.[5]

Em 2010 volta a trabalhar com António-Pedro Vasconcelos no filme A Bela e o Paparazzo.[6]

Em 2012 entra na série Perdidamente Florbela, baseada no filme de Vicente Alves do Ó, como mãe de Florbela Espanca, e no mesmo ano foi ao Festival de Veneza promover a co-produção portuguesa e francesa Linhas de Wellington,[7] filme em que Raúl Ruíz trabalhava quando morreu, e que foi completado pela sua viúva Valeria Sarmento. Aceita também participar na novela Dancin' Days, resultado da parceria SIC/TV Globo e de um remake da telenovela da Globo dos anos 70, e que foi um grande sucesso de audiências.[8]

Em 2014, participa no filme brasileiro Vermelho Russo, que foi filmado na Rússia.[9]

Em 2015, Soraia Chaves aposta também nas dobragens, e dá voz a Scarlet, a vilã no filme Mínimos.[10]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Projeto Papel Notas Canal
2006 - 2008 Aqui Não Há Quem Viva Sofia Reis Elenco Principal SIC
2007 Jura Patrícia Elenco Adicional
2009 A Vida Privada de Salazar Maria Emília Vieira Elenco Principal
2010 - 2011 Voo Direto Patrícia Protagonista RTP1
2011 Rosa Fogo Joana Azevedo Mayer Participação Especial SIC
Barcelona, Cidade Neutral Madeleine ____________ RTP1
2012 Perdidamente Florbela Antónia Lobo Elenco Adicional
2012 - 2013 Dancin' Days Raquel Corte-Real Antagonista SIC
2015 - 2016 Poderosas Amélia Henriques Protagonista
2016 Terapia Laura Dias Elenco Principal RTP1
2017 Mata Hari Madame Pauline ____________ Piervy Kanal
2018 3 Mulheres Natália Correia Protagonista RTP1
2018 - 2019 Alma e Coração Júlia Neto Antagonista SIC
2019 Um Desejo de Natal Isabel Costa Co-Protagonista
2020 - 2021 A Generala Maria Luísa Paiva Monteiro (adulta) Protagonista (Série exibida na plataforma de streaming da SIC: OPTO)
2021 - 2022 A Serra Rosalinda Roque Nunes Elenco Principal
2021 Crimes Submersos ____________ ____________ RTP1
2022 - 2023 Sangue Oculto Lídia Rocha Co-Antagonista SIC

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2005 O Crime do Padre Amaro Amélia
2007 Call Girl Maria
2008 Arte de Roubar Prima
2009 King Conqueror Zuleyma
2010 A Bela e o Paparazzo Mariana
2011 A Divisão Social do Trabalho - Adam Smith Cleo
2012 La chambre jaune Movie Star
2012 Linhas de Wellington Martírio
2013 A Gaiola Dourada L'actrice télé
2013 RPG Sarah
2014 Ponto Morto Mulher
2015 Amor Impossível Madalena
2016 Vermelho Russo
2018 Linhas de Sangue Glicínia

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Teatro
2008 Apenas jardim Azul Ama Vermelho
2014 Cais Oeste de Bernard-Marie Koltès Companhia de Teatro de Almada

Video Clip

Ano Título Banda
??? UNLO ZEN

Dobragens[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2015 Minions Scarlet


Referências

  1. «SORAIA CHAVES». Caminhos Film Festival. Consultado em 25 de dezembro de 2017 
  2. «GLOBOS DE OURO 2007: Soraia Chaves galardoada com o Globo de Melhor Actriz de Cinema». Caras. 12 de maio de 2008. Consultado em 25 de dezembro de 2017 
  3. «UMA "FELINA SEDUTORA"». Nova Gente. 18 de novembro de 2011. Consultado em 25 de dezembro de 2017 
  4. Vanessa Sofia (30 de dezembro de 2011). «BARCELONA, CIDADE NEUTRAL É APOSTA DA RTP1 PARA 2012». Espalha-Factos. Consultado em 25 de dezembro de 2017 
  5. «Cinema: Soraia Chaves e Virgílio Castelo recebem III Prémio de Atores da Fundação GDA -- 2009». Expresso. 15 de dezembro de 2010. Consultado em 25 de dezembro de 2017 
  6. «Soraia Chaves: loira no próximo filme». Activa. 4 de dezembro de 2009. Consultado em 25 de dezembro de 2017 
  7. «Soraia Chaves brilha em Veneza com vestido azul». Activa. 11 de setembro de 2012. Consultado em 25 de dezembro de 2017 
  8. «'Dancin Days' é a quinta novela mais vista». Correio da Manhã. 29 de setembro de 2013. Consultado em 25 de dezembro de 2017 
  9. Martha Nowill (15 de março de 2014). «ação!». Vermelho Russo. Consultado em 25 de dezembro de 2017 
  10. Luís Salvado (14 de maio de 2015). «Soraia Chaves brilha como vilã de elite no último trailer de «Mínimos»». Sapo Mag. Consultado em 25 de dezembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Soraia Chaves