Ana Zanatti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ana Zanatti
Nome completo Ana Maria Zanatti Olival
Nascimento 26 de junho de 1949 (67 anos)
Lisboa
Nacionalidade Portugal portuguesa
Ocupação Actriz, escritora e apresentadora de televisão
Outros prêmios
Globo de Ouro (1998)

Prémio Arco-íris (2011)

IMDb: (inglês)

Ana Maria Zanatti Olival mais conhecida por Ana Zanatti[1] (Lisboa, 26 de Junho de 1949) é uma actriz, escritora e apresentadora de televisão portuguesa.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ana Zanatti frequentou um colégio católico o Colégio do Sagrado Coração de Maria de Lisboa, e mais tarde o histórico Liceu Pedro Nunes. Na Faculdade de Letras de Lisboa frequentou o curso de Filologia Românica que acabou por abandonar para ingressar no Curso de Teatro do Conservatório Nacional e dedicar-se ao teatro, rádio, televisão e cinema.

Com uma longa carreira no teatro, televisão e no cinema, Ana Zanatti estreou-se em 1968 no Teatro da Trindade na Companhia Nacional de Teatro [Companhia de Teatro Popular] dirigida por Francisco Ribeiro. Inicia a sua carreira no cinema em 1968 com o filme Estrada da Vida de Henrique Campos.

Em 1975 traduz e produz conjuntamente com a actriz Zita Duarte, a peça "A Verdadeira História de Jack Estripador", de Elizabeth Huppert.

Em 1968 é convidada para se iniciar como apresentadora na RTP onde, a par do seu trabalho como atriz, deu voz ao longo de 26 anos, a inúmeros documentários, apresentou telejornais, concursos, noites de cinema, programas sobre Artes e Espetáculos, Festivais da Canção, alguns deles em parceria com diversos apresentadores como Eládio Clímaco, Fialho Gouveia, Alice Cruz, Maria Elisa, António Sala, Artur Agostinho, Henrique Mendes. Ao longo de 12 anos foi a voz institucional do Canal Odisseia.

Em 1982 desempenha o papel mais destacado da sua carreira de cinema, no filme O Lugar do Morto, de António Pedro Vasconcelos, um marco na história do cinema nacional e um dos filmes mais vistos pelos portugueses. Participa também na primeira telenovela portuguesa telenovela Vila Faia.

Em 1984 foi convidada para representar Portugal no espectáculo comemorativo da entrada de Portugal e Espanha na CEE em Estrasburgo, no Parlamento Europeu e, no mesmo ano, é uma das 25 mulheres escolhidas para representar Portugal em Bruxelas pela condição feminina da CEE.

Em 1988 é co-autora com Rosa Lobato de Faria, da telenovela Passerelle e a partir desse momento desenvolve outros trabalhos de autoria como "O Espírito da Cor", (documentário em 12 episódios), "Cacau da Ribeira" (10 episódios de ficção) tendo em 2009 sido co-autora e apresentadora do programa "Sete Palmos de Testa", na RTP2. [3]

Em 1995 regressa ao teatro, desta vez no Teatro Aberto, com a peça "O Ensaio" de Jean Anouilh, encenada por João Lourenço.

A sua participação em telenovelas e trabalhos em televisão engloba séries como A Senhora Ministra, Ballet Rose, Riscos, Liberdade 21, Nico D'Obra, Nós os Ricos, Médico de Família, Morangos com Açúcar, Os Compadres, bem como nas telenovelas Verão Quente, Desencontros, Ajuste de Contas, A Senhora das Águas, Saber Amar, entre outras.

É também autora de letras para canções interpretadas por diversos cantores, nomeadamente "Telepatia" de Lara Li e outros temas cantados por Mafalda Sacchetti, Paulo de Carvalho, Carlos Zel, Dina, Lena d'Água, Alexandra, FF, Chris Kopke, Ana Roque e outros.

Em 2003 publicou o seu primeiro romance "Os Sinais do Medo", seguindo-se "Agradece o Beijo" e uma trilogia de contos infantis "O Povo Luz e os Homens Sombra", Edições Dom Quixote.

Ana Zanatti tem sido membro de diversos júris de cinema, quer para atribuição estatal de subsídios quer para atribuição de prémios como o de "Melhor Longa-metragem" do Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa, em 2006.

Em 2009, foi convidada para ser uma das oradoras na sessão de apresentação pública do primeiro movimento da sociedade civil de defesa dos direitos dos homossexuais pelo casamento, realizada no Cinema São Jorge, em Lisboa onde torna pública a sua homossexualidade. Dentre várias declarações a jornais e revistas,[4] a actriz frisou "que não aceita perder direitos por fazer parte de uma minoria".[5]

Em 2011, edita "Teodorico e as Mães Cegonhas", Edições Alfaguara Objectiva, e faz as dobragens do jogo "Uncharted 3" da Naughty Dog, como voz de Katerine Marlowe.[6]

Em Maio de 2013 publica o romance "E onde é que está o Amor ?" com a editora Guerra e Paz.

Em 2015 participa na novela da SIC "Coração d'Ouro".

Em 2016 interpreta uma terapeuta na serie "Terapia" da RTP , versão portuguesa de "In treatment" , com Virgílio Castelo.

Em Março de 2016 publica o ensaio "O Sexo Inútil" com a editora Sextante.

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

  • 1968 - Participação em programas juvenis, RTP
  • 1968 - Participação em folhetins radiofónicos
  • 1970 - Inaugura a apresentação televisiva na hora do almoço, RTP
  • 1970 - Colaboração nos Parodiantes de Lisboa, RCP
  • 1971 - Apresentação do programa de Mário Dias Ramos, Canal 13
  • 1971 - Ingressa na RTP como locutora
  • 1972 - Apresentação de programa de rádio CDC, RCP
  • 1973 - Apresentação do programa «Taco a Taco» com Artur Agostinho
  • 1974 - Apresentação do Festival da RTP da Canção
  • 1977 - Apresentação do Festival da RTP da Canção
  • 1979 - Apresentação do Festival da RTP da Canção
  • 1980 - Apresentação do Festival da RTP da Canção
  • 1984 - Apresentação do concurso «Miss Portugal», RTP
  • 1984 - Representa Portugal no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, para comemorar a entrada de Portugal e Espanha na CEE
  • 1984 - É umas 25 mulheres escolhidas para representar Portugal em Bruxelas pela Comissão da Condição Feminina da CEE
  • 1984 - Autora e apresentadora de «Cine-Teatro», rubrica semanal com Eládio Clímaco
  • 1985 - Apresentação do Festival da RTP da Canção
  • 1986 - Autora de coluna semanal no jornal «Sete»
  • 1987 - Locução "off" de séries televisivas
  • 1987 - Autora e apresentação do programa de rádio «Um Toque de Classe», RC
  • 1987 - Apresentação do Festival da RTP da Canção na Madeira
  • 1987 - Apresentação do Festival OTI
  • 1987 - Apresentação de «Noites de Gala», de João Maria Tudela
  • 1987 - Apresentação do concurso «Miss Portugal», RTP
  • 1987 - Apresentação dos «Prémios RTC»
  • 1987 - Júri em concurso RTP
  • 1988 - Apresentação do concurso «Miss Portugal», RTP
  • 1988 - Apresentação da Gala «Prémios RTC»
  • 1989 - Apresentação da Gala «Prémios RTC»
  • 1989 - Apresentação do programa «Jogos sem Fronteiras» com Eládio Clímaco, na Madeira
  • 1989 - Comentadora para a RTP do Festival Eurovisão da Canção, em Lausanne
  • 1992 - Apresentação do Festival da RTP da Canção
  • 1992 - Apresentação do Grande Prémio da Música Popular Portuguesa, em Providence, EUA
  • 1994 - Apresentação da Gala «Prémios RTC»
  • 1994 - Apresentação do sorteio «Lotaria Europeia»
  • 1994 - Apresentação do espectáculo comemorativo dos 20 Anos do 25 de Abril, FIL
  • 1994 - Apresentação do Grande Prémio da Música Popular Portuguesa, homenagem a Amália Rodrigues, em Providence, EUA
  • 1996 - Apresentação da Gala «Prémios RTC», no Casino Estoril
  • 1997 - Nomeada como voz institucional do Canal «Odisseia», TV Cabo
  • 1998 - Apresentação do espectáculo em homenagem a Amália Rodrigues, Teatro Camões, Expo 98
  • 1998 - Apresentação da Gala «Prémios RTC», no Casino Estoril
  • 2001 - Colaboração em artigo mensal na revista «ELLE»
  • 2002 - Autora de temas musicais para a Telenovela «Sonhos Traídos», com Dina, para a TVI
  • 2004 - Colaboração em artigo mensal, na página «Tempo de Ler» na revista «Os Meus Livros»
  • 2008 - Adaptação para português das canções do musical «Cabaret», Teatro Maria Matos, Diogo Infante
  • 2008 - Direcção de actores e autoria de um conto, sobre homoparentalidade, «Teodorico e as duas Mães» para a série «Vamos Ouvir» RTP 2
  • 2008 - Tradução e adaptação do musical «Máquina de somar», de Joshua Smidt
  • 2008 - Direcção de actores nas dobragens do filme «A Venitien Rascal» RTP 2
  • 2009 - Adaptação para teatro do livro «O Planeta Adormecido»
  • 2010 - Letras do CD «O Planeta Adormecido» com música do João Gil
  • 2010 - Direcção de actores da série «Histórias aos Quadrinhos», RTP 2
  • 2010 - Autoria de um conto «Aldeia das Coisas Tortas» para a série «Histórias aos Quadrinhos» RTP 2
  • 2010 - Júri para atribuição de subsídios do ICA
  • 2010 - Colaboração com a revista literária «INÚTIL»
  • 2010 - Estreia do filme «O Planeta Adormecido» produção RTP 2 / MOLA / Caixa Geral de Depósitos
  • 2011 - Workshop sobre GTO, Teatro do Oprimido
  • 2012 - Colaboradora na Colectânea de Poesia "O Pão" - Tea for one
  • 2015 - Dobragem da personagem Marlowe - Uncharted

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • 1968 - «Cautela Libertino», de Luigi Pirandello, Teatro da Trindade
  • 1969 - «A Torre e o Galinheiro», Comédia de Vitório Calvino, Teatro da Trindade
  • 1975 - «Equus», de Peter Shaffer, Teatro Variedades
  • 1977 - «A verdadeira história de Jack o Estripador», de Elizabeth Huppert, Grupo de Teatro que forma com Zita Duarte
  • 1978 - «È…», de Millor Fernandes, Teatro Monumental, Teatro Maria Matos e Teatro Sá da Bandeira
  • 1979 - «O Encontro», RTP
  • 1980 - «Mais vale Sá…», Teatro Maria Vitória
  • 1981 - «Ó Patego olha o balão», Teatro Maria Vitória
  • 1983 - «Há mas são verdes», Teatro Variedades
  • 1995 - «O Ensaio», de Jean Anouilh, Teatro Aberto
  • 1999 - «O Teatro é Puro Cinema», de Álvaro Garcia de Zuñiga

Cinema[editar | editar código-fonte]

  • 1968 - «A Estrada da Vida», de Henrique Campos
  • 1970 - Nojo aos Cães, de António de Macedo
  • 1973 - «Cântico Final», de Manuel Guimarães
  • 1975 - «Os demónios de Alcácer Quibir», de José Fonseca e Costa
  • 1977 - «A Confederação», de Luís Galvão Teles
  • 1982 - «O Lugar do Morto», de António Pedro Vasconcelos
  • 1985 - «Cartas de Amor de Uma Freira Portuguesa», de Jesus Franco
  • 1996 - «Dois Dragões», de Margarida Cardoso
  • 1996 - «Porto Santo», de Vicente Jorge Silva
  • 1999 - «Um dia na Vida», de Álvaro Garcia de Zuñiga, curta-metragem
  • 2000 - «Aniversário», SIC, telefilme
  • 2002 - «Radio Relâmpago, de José Nascimento, telefilme
  • 2002 - A Filha, de Solveig Nordlund
  • 2003 - «Milagre Segundo Salomé», de Mário Barroso
  • 2003 - «Lá Fora», de Fernando Lopes
  • 2008 - «Milionária a dias», TVI, telefilme
  • 2011 - «A Mãe do Meu Filho», TVI, telefilme

Televisão (como atriz)[editar | editar código-fonte]

Ano Projeto Personagem Canal Notas
1979 O Homem Que Matou o Diabo Isabel RTP de Aquilino Ribeiro
1979 Mata e Esfola RTP de Natália Correia e de sua autoria
1981 A Senhora Ministra RTP peça de teatro emitida em televisão
1982 Vila Faia Madalena Andrade RTP primeira telenovela portuguesa
1987 Cacau da Ribeira Inês RTP da sua autoria
1988 Passerelle RTP da sua autoria juntamente com Rosa Lobato Faria
1992/1993 Grande Noite RTP
1993/1994 Verão Quente Maria Franco RTP
1995 A Mulher do Senhor Ministro mulher do engenheiro RTP pequena participação
1995 Desencontros Madalena Serpa RTP
1993/1996 Nico D'Obra Alice Mendes Lopes RTP
1996 Polícias Juíza RTP pequena participação
1996/1997 Nós os Ricos Joana RTP
1997 As Lições do Tonecas RTP pequena participação
1997/1998 Riscos Margarida RTP
1998 Ballet Rose Condessa da Rocha RTP pequena participação
1999 Médico de Família Marta SIC
2000/2001 Ajuste de Contas Rita RTP
2001 Segredo de Justiça Juíza RTP pequena participação
2001 Sábado à Noite RTP pequena participação
2001/2002 A Senhora das Águas Graça Mendes Borges RTP
2002 Camilo, o Pendura Teresa RTP pequena participação
2003 Saber Amar Mary Higgins TVI
2004 Inspector Max Tita TVI pequena participação
2005/2007 Morangos com Açúcar Maria José Campos TVI
2008 Casos da Vida São TVI pequena participação
2008/2011 Liberdade 21 Juíza RTP
2011 Os Compadres Odete RTP Temporada 1
2012 Dancin' Days Juíza SIC pequena participação
2013 Os Compadres Odete RTP Temporada 2
2015 Coração D'Ouro Sara Amaral SIC pequena participação
2016 Em Terapia Graça Ribeiro RTP

Televisão[editar | editar código-fonte]

  • 1988 - Passerelle, co-autora
  • 1989 - «O Espírito da cor», co-autora e apresentadora, documentário
  • 1990 - «Uma boleia até…», co-autora
  • 1992 - «Grande Noite», de Filipe La Féria
  • 1993 - Verão Quente, personagem «Maria Franco»
  • 1993 - «Nico d’Obra», personagem «Alice»
  • 1994/1995 - Desencontros, de Moita Flores e L. Filipe Costa, personagem «Madalena Serpa»
  • 1996 - «Sim ou Não», SIC
  • 1996 - «Quem é o quê», RTP 1
  • 1996 - «Noite de Gala», de Filipe La Féria
  • 1996 - «Casa Cheia», RTP 1
  • 1996/1997 - Nós os Ricos, personagem «Joana»
  • 1996 - «Docas», TVI
  • 1996 - «Sim, Sr. Ministro», TVI
  • 1997 - As Lições do Tonecas, RTP 1
  • 1997 - Riscos, RTP 1, personagem «Margarida»
  • 1997 - Ballet Rose, de Moita Flores, personagem «Condessa da Rocha»
  • 1999 - Médico de Família, SIC, personagem «Marta»
  • 2000 - Ajuste de Contas, RTP 1, personagem «Rita»
  • 2001 - «Maiores de 20», RTP
  • 2001 - «Sábado à Noite», de Filipe La Féria
  • 2001 - «Culpa Formada», RTP
  • 2001/2002 - A Senhora das Águas RTP 'Graça Mendes Borges'
  • 2002 - Camilo, o Pendura RTP
  • 2002 - Saber Amar, de Mary Higgins, TVI
  • 2004 - Inspector Max TVI
  • 2005 - Morangos com Açúcar, personagem «Maria José Campos»
  • 2008 - Casos da Vida, personagem «São»
  • 2008 - Liberdade 21, personagem «Juíza»
  • 2008 - «Sete Palmos de Testa», co-autora e apresentadora, RTP 2[7]
  • 2011 - Os Compadres RTP 'Odete' (1.ª temporada)
  • 2012 - Dancin' Days SIC 'Juíza'
  • 2013 - Os Compadres RTP 'Odete' (2.ª temporada)
  • 2015 - Coração D'Ouro SIC 'Sara Amaral'
  • 2016 - Em Terapia RTP 'Graça Ribeiro'

Escrita[editar | editar código-fonte]

  • 2003- Os Sinais do Medo, Edições Dom Quixote
  • 2005- Agradece o Beijo, Edições Dom Quixote
  • 2006- O Povo-Luz e os Homens-Sombra - O Segredo da Romã (literatura infantil) - ilustrações de Carla Nazareth, Edições Dom Quixote
  • 2007- O Povo-Luz e os Homens Sombra – O Planeta Adormecido (literatura infantil), Edições Dom Quixote
  • 2008- O Povo-Luz e os Homens Sombra – A Grande Travessia (literatura infantil), Edições Dom Quixote
  • 2011- Teodorico e as Mães Cegonhas - ilustrações de Storytailors[8] (literatura infantil), Edições Alfaguara Objectiva
  • 2013- E onde é que está o Amor ?, Edições Guerra e Paz
  • 2016- O sexo inútil, Sextante Editora

Colectâneas de contos[editar | editar código-fonte]

  • 2005- 40, Quarenta, Edições Dom Quixote
  • 2008- Micro Contos - ed.Pitanga- antologia portuguesa e brasileira
  • 2009- Um Rio de Contos (antologia de contos) Editorial Tágide
  • 2009- Traço a traço, fazemos laços - ed. Nós na Linha
  • 2014- Do Branco ao Negro (contos), Edições Sextante

Poesia- colectâneas[editar | editar código-fonte]

  • 2013- Este é o Meu Corpo, Edições Tea For One
  • 2013- 21 Cartas de Amor, Edições Abraço
  • 2013- Cintilações Da Sombra 2, (antologia), Edições Labirinto

Prémios[editar | editar código-fonte]

  • 1980 - Troféu Nova Gente, prémio Revelação no Teatro de Revista
  • 1980 - Prémio TV Guia, apresentadora mais popular01
  • 1984 - Troféu Nova Gente, Melhor Actriz de Cinema
  • 1986 - Prémio Sete de Ouro, atribuído pelo semanário Sete, "Melhor Actriz de Cinema" no filme «O Lugar do Morto»
  • 1986 - Troféu Nova Gente, "Melhor Actriz de Cinema"
  • 1997 - Globo de Ouro, SIC, "Melhor Actriz de Cinema"[9]
  • 2009 - Prémio da Rede Ex-Aequo
  • 2011 - Prémio Arco-Íris, atribuído pela Associação ILGA Portugal em reconhecimento do seu contributo na luta contra a discriminação e a homofobia.[10]
  • 2012 - Prémio da Rede Ex-Aequo

Referências

  1. «Certidão de lista de associadas da Audiogest» (pdf). IGAC/Ministério da Cultura. 25 de julho de 2007. Consultado em 8 de Janeiro de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 24 de Dezembro de 2013 
  2. Ana Zanatti (em inglês) no Internet Movie Database
  3. Andreia Sanches (12 de junho de 2009). «Entrevista Ana Zanatti». Lisboa: Público, Comunicação Social S. A. Público (papel). P2: 4,5 e 6 
  4. «Ana Zanatti - Ser homossexual ainda exige coragem» (JPG). Visão. 18 páginas. 4 de Junho de 2009 
  5. «Ana Zanatti assume homossexualidade». Diário IOL - Moda e Social de. 1 de Junho de 2009 
  6. «Trailer português de Uncharted 3 já disponível». Gadgets. Consultado em 4 de Abril de 2012 
  7. «7 PALMOS DE TESTA». Rádio e Televisão de Portugal. Consultado em 5 de Abril de 2012 
  8. «Ana Zanatti lança livro infantil sobre homoparentalidade». Dezanove.pt 
  9. «ESPECIAL GLOBOS DE OURO». SAPO. Blogue oficial da SIC. Consultado em 8 de janeiro de 2012 
  10. «Prémios Arco-Íris». ILGA Portugal. Consultado em 18 de janeiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]