Takin' Back My Love

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Takin' Back My Love"
Single de Enrique Iglesias com Ciara/Sarah Connor/Tyssem
do álbum Greatest Hits
Lançamento França 12 de Janeiro de 2009
Alemanha 20 de Março de 2009[1]
Formato(s) CD single
maxi single
download digital
Gravação 2008
Gênero(s) Europop
R&B
Duração 3:51
Gravadora(s) Interscope
Composição Enrique Iglesias
Frankie Storm
Nadir Khayat[2]
Letrista(s) Enrique Iglesias
Frankie Storm
Nadir Khayat
Produção RedOne
Cronologia de singles de Enrique Iglesias
"Away"
(2008)
"Gracias a Tí"
(Remix)
(2009)
Cronologia de singles de Ciara
"Go Girl"
(2008)
"Never Ever (canção de Ciara)"
(2009)
Cronologia de singles de Sarah Connor
"I'll Kiss It Away"
(2008)
"Cold as Ice"
(2010)
Cronologia de singles de Tyssem
"Une Bombe à la place du Cœur"
(2008)
"Regarde"
(2010)

"Takin Back My Love" (pt: Pegando de volta o meu amor) é uma canção de Enrique Iglesias. É o segundo single de sua coletânea Greatest Hits.[3] A canção foi produzida por RedOne, que era um co-autor da canção ao lado de Iglesias e Frankie Storm.

A versão internacional conta com a participação da cantora de R&B, Ciara, e foi lançada internacionalmente. A segunda versão que apresenta a cantora pop, Sarah Connor nos versos de Ciara, foi lançado na Alemanha, Holanda, Suíça, Rússia, Áustria, Polónia e República Checa. Na França, a canção foi regravada com a cantora de R&B francesa, Tyssem, cantando seus versos em francês e reintitulado "Takin' Back My Love (Sans l'ombre d'un remord)".[4]

Lançamento e Promoção[editar | editar código-fonte]

Iglesias primeiro cantou a música no programa de TV francês Star Academy em um dueto com um dos competidores, Gaultier. O desempenho foi recebido com entusiasmo pela platéia do show e pelos juízes que deram a dupla aplausos de pé.[5] Essa performance impulsionou a versão de Ciara a estrear em #3 na França.

Iglesias e Ciara performaram o single pela primeira vez em 2009 no Pro Bowl Half-time Show em Havaí.

Devido a compromissos de estúdio Ciara teve de desistir da promoção do single e a cantora australiana Gabriella Cilmi foi convidada para emprestar sua voz para a maior parte da promoção Europeia. Até agora, eles já cantaram a música no programa de TV holandesa "Life & Cooking", o "Paul O'Grady Show", "Loose Women" e "The Alan Titchmarsh Show" no Reino Unido, bem como o "Meteor Music Awards" na Irlanda.

Iglesias cantou a música com Sarah Connor na série alemã "Nur Die Liebe Zaehlt".

Ciara performou sozinha em Londres, como parte de sua aprentação durante a parte européia da tour mundial de Britney Spears, The Circus Starring Britney Spears.

Iglesias e Ciara performaram o single pela segunda vez juntos em Londres, no Capital FM Summertime Ball em 2009.[6]

Recepção Crítica[editar | editar código-fonte]

Digital Spy, disse que "Takin 'Back My Love" mostra Iglesias em um rompimento com a cantora de "Goddies", Ciara. "Vá em frente, pode ir, não posso te segurar você, você é livre", ele lamenta com a típica paixão. Não muito interessada em seu status iminente, Ciara responde: "O que eu fiz, mas eu te dei amor? Eu estou confusa aqui, olhando você'. Com sua batida Europoppy e coro dramático adequadamente, este consegue embalar uma batida emocional e ao mesmo tempo permanecer apelativa.[7]

Billboard deu a música uma opinião positiva: "Graças a uma base de fãs global, "Takin' Back My Love"; dueto dance de Enrique Iglesias, já é um hit no Hot 100 Europeu e um top 10 na Alemanha e na França. RedOne, mais conhecido por seu âmbito de Kat DeLuna "Whine Up" e os dois recentes #1 de Lady GaGa , empresta seu talentos de produção para a canção. A pop star Sarah Connor gravou uma versão com Iglesias, que tem sido muito popular na Europa, mas Ciara é melhor emparelhado com a estrela pop latina, com o seus estilos vocais suaves e sensuais."[8]

Vídeo Musical[editar | editar código-fonte]

Versão com Ciara[editar | editar código-fonte]

O vídeo foi filmado em Los Angeles em 13 de janeiro de 2009 e dirigido pelo diretor norueguês, Ray Kay, que dirigiu o clipe de "Us Against the World" da cantora Christina Milian, entre muitos outros vídeos para artistas de R&B.[9] O vídeo foi lançado em fevereiro de 2009.

O vídeo da música abre mostrando retratos de Iglesias e Ciara, então muda para uma cena mostrando os dois discutindo. A música começa com o primeiro verso de Iglesias. Ele canta enquanto o vídeo volta para a cena em que Ciara está contra uma parede. O refrão entra mostrando Iglesias jogando coisas fora de casa.

O verso seguinte entra com Ciara andando na sala, aparentemente irritada com Iglesias. Enquanto ela canta seus versos, ela começa a pegar um casaco que lê-se "De C, com amor" e ela vai para a piscina e joga a jaqueta na água. O que se segue logo após são cenas envolvendo os dois destruindo a casa, Iglesias jogando pratos e copos da geladeira, Ciar derramar tinta em cima do carro dele. Em seguida, os dois se encontram momentaneamente na sala de jantar da casa, onde, obviamente, ainda têm sentimentos um pelo outro. Eles, então, se beijam e realizar movimentos sexuais. Então, Ciara volta à realidade e arrdá um tapa nele, os dois imediatamente voltam a discutir e destruir o que resta da casa. Então o vídeo acaba, os dois são vistos em uma sala de jantar destruída com luzes piscando, aproximando-se um ao outro mais uma vez. Iglesias então pega Ciara, e o vídeo termina com os dois se beijando e sorrindo.

O videoclipe dessa versão foi visto mais de 60 milhões de vezes no YouTube.

Versão com Sarah Connor[editar | editar código-fonte]

Um vídeo da música para a versão com Sarah Connor foi lançado em março de 2009, é intercalada com cenas do vídeo da música que foi feita para a versão com Ciara. A versão de Connor mostra a mesma história (incluindo Ciara), mas em vez de as cenas em que Ciara canta em frente a uma parede, Connor é mostrado cantando e dançando em uma sala que parece ser na mesma casa que Iglesias e Ciara estão destruindo. O vídeo também muda para uma cena onde Iglesias confessa suas ações para Connor, o que implica que Connor canta as emoções e pensamentos de Ciara. Fotos de Ciara pode ser visto no vídeo com Connor.

Formatos e Faixas[editar | editar código-fonte]

Reino Unido single digital (Lançamento: 23 de março de 2009)
  1. "Takin' Back My Love" (feat. Ciara) - 3:51
  2. "Takin' Back My Love" (feat. Ciara) (Moto Blanco Radio Mix) - 3:51
  3. "Takin' Back My Love" (Vídeo) - 3:57
França CD single (Lançamento: 9 de março de 2009)
  1. "Takin' Back My Love" (feat. Tyssem) (Sans L'Ombre D'Un Remord) - 3:51
  2. "Takin' Back My Love" (feat. Ciara) (Main Version) - 3:51
  3. "Takin' Back My Love" (feat. Ciara) (Junior Caldera Club Remix) - 5:20
  4. "Takin' Back My Love" (feat. Ciara) (Glam As You Club Mix) - 7:59
Alemanha CD single (Lançamento: 23 de março de 2009)
  1. "Takin' Back My Love" (feat. Sarah Connor) (Radio Mix) – 3:50
  2. "Takin' Back My Love" (feat. Sarah Connor) (Alternate Mix) – 3:50
  3. "Takin' Back My Love" (feat. Sarah Connor) (Video) - 3:57

Desempenho nas tabelas[editar | editar código-fonte]

"Takin' Back My Love" se tornou um sucesso internacional, estreando em #3 no French Singles Chart em 17 de janeiro de 2009, com 3.137 cópias vendidas.[10] O single estreou em #14 na Eurochart Hot 100 depois de sua primeira semana de lançamento, onde prmaneceu por duas semanas e, em seguida, saltou 10 posições para #4.

No Reino Unido, a canção estreou em #88. Então, alcançou a posição #12. Na Irlanda, a canção conseguiu um pico de #7. O single ganhou disco de ouro na Rússia, com 100 mil cópias vendidas.[11]

Referências

  1. http://www.amazon.de/dp/B001RTWB8M
  2. [1]
  3. «"Enrique Iglesias official website"»  Enrique Iglesias. Acessado em 03 de maio de 2013.
  4. «VirginMega.fr»  Accessed February 3, 2009.
  5. [2]
  6. Enrique & Ciara Performing in London
  7. http://www.digitalspy.co.uk/music/a149185/enrique-iglesias-ft-ciara-takin-back-my-love.html
  8. http://www.billboard.com/bbcom/reviews-singles/takin-back-my-love-1003963445.story
  9. [3] Rap-Up. Acessado em 3 de maio de 2013.
  10. Antoine Masson, "Disques : la comédie musicale Mozart déjà numéro un" (January 21, 2009). Ozap.com. Retrieved January 25, 2009
  11. http://2m-online.ru/news/detail.php?ID=5658
  12. «Enrique Iglesias and Ciara - Takin Back My Love - Music Charts». acharts.us. Consultado em 7 de abril de 2012 
  13. «Music News, Reviews, Articles, Information, News Online & Free Music | Billboard.com». www.billboard.com. Consultado em 7 de abril de 2012 
  14. «Austria Singles Top 75 - Music Charts». acharts.us. Consultado em 7 de abril de 2012 
  15. «Meilleures ventes de Singles et Titres en France (Top Singles)». web.archive.org. Consultado em 7 de abril de 2012. Cópia arquivada em 20 de abril de 2011 
  16. «Silbermond stürmen an die Spitze der Album-Charts - media control». www.media-control.de. Consultado em 7 de abril de 2012 
  17. «World Charts - German Top 100 Singles Charts». www.worldcharts.co.uk. Consultado em 7 de abril de 2012 
  18. http://www.billboard.com/charts/2009-05-23/digital-songs
  19. «מצעד גלגלצ». www.charts.co.il. Consultado em 7 de abril de 2012 
  20. «Swiss Singles Top 75 - Music Charts». acharts.us. Consultado em 7 de abril de 2012 
  21. «Turkey Top 20 Chart». Consultado em 30 de março de 2009 
  22. «BBC - Radio 1 - Chart - UK Top 40 Rnb Singles». www.bbc.co.uk. Consultado em 7 de abril de 2012 
  23. «2009 Belgian (Flanders) Singles Chart» (em neerlandês). Ultratop. Consultado em 7 de junho de 2010 
  24. «2009 Belgian (Wallonia) Singles Chart» (em francês). Ultratop. Consultado em 7 de junho de 2010 
  25. «2009 Eurochart Hot 100». Billboard. Consultado em 15 de janeiro de 2009 
  26. «Classement des 100 premiers Singles par GfK Music» (PDF) (em francês). disqueenfrance. p. 20. Consultado em 8 de abril de 2010 
  27. «Éves összesített listák - MAHASZ Rádiós TOP 100 (súlyozott)». Mahasz. Mahasz 
  28. «Charts Plus Year end 2009» (PDF). Charts Plus. Consultado em 19 de julho de 2010 
  29. «Dance Club Songs». Consultado em 14 de agosto de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.