Théo de Barros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Théo de Barros
Informação geral
Nome completo Teófilo Augusto de Barros Neto
Nascimento 10 de março de 1943 (74 anos)
Local de nascimento
 Brasil
Gênero(s) Bossa Nova, MPB
Instrumento(s) guitarra
Período em atividade 19622004
Outras ocupações músico, compositor, arranjador, compositor de jingle
Gravadora(s) Rede, EMI, Odeon, Eldorado
Afiliação(ões) Sabá Quarteto, Quarteto Novo
Página oficial Site oficial

Teófilo Augusto de Barros Neto (Rio de Janeiro, 10 de março de 1943), mais conhecido como Théo de Barros, é um compositor, violonista, cantor e arranjador brasileiro.

Notabilizou-se por suas parcerias com Geraldo Vandré, como "Disparada" (empatada com "A banda", de Chico Buarque, em 1º lugar no II Festival de Música Popular Brasileira - 1966, da Rede Record, e defendida por Jair Rodrigues), e pela canção "Menino das laranjas", gravada por Elis Regina naquele mesmo ano.

Também formou, juntamente com Heraldo do Monte, Airto Moreira e Hermeto Pascoal o Quarteto Novo, que gravou um único LP em 1967 e acompanhou Edu Lobo e Marília Medalha, também em 1967, na apresentação da canção "Ponteio", que foi a vencedora do III Festival de Música Popular Brasileira.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) compositor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.