The Passion of Ayn Rand

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Passion of Ayn Rand
A Paixão de Ayn Rand[1][2] (BRA)
 Estados Unidos
1999 •  cor •  104 min 
Direção Christopher Menaul
Roteiro Howard Korder
Mary Gallagher
Elenco Helen Mirren
Eric Stoltz
Julie Delpy
Peter Fonda
Género filme biográfico
filme de drama
filme de romance
Idioma inglês

The Passion of Ayn Rand (Brasil: A Paixão de Ayn Rand) é um filme estadunidense de 1999, do gênero drama romance-biográfico, dirigido por Christopher Menaul, com roteiro de Howard Korder e Mary Gallagher baseado no romance homônimo de Barbara Branden.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em Los Angeles, no ano de 1949, Ayn Rand (Helen Mirren) publica um livro expondo sua filosofia objetivista. Ela e seu marido, então, recebem a visita de um jovem universitário, Nathaniel Branden (Eric Stoltz), e a namorada dele.

A princípio Branden deseja discutir as implicações da teoria de Rand para seu estudo de psicologia. Entretanto, os quatro irão desenvolver uma curiosa relação de contornos psicológicos e sexuais pouco convencionais.

Produção televisiva baseada na vida da escritora e filósofa Ayn Rand, o filme garantiu a Helen Mirren o prêmio Emmy de melhor atriz e a Peter Fonda o Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante. Ambos ainda foram indicados ao Screen Actors Guild Awards.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Papel
Helen Mirren Ayn Rand
Eric Stoltz Nathaniel Branden
Julie Delpy Barbara Branden
Peter Fonda Frank O'Connor
Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «A Paixão de Ayn Rand». Brasil: Cineclick. Consultado em 22 de dezembro de 2018 
  2. «Festival do Rio 99 - Panorama do cinema mundial». Jornal do Brasil. Rio de Janeiro. 29 de setembro de 1999. p. 4 (caderno B). Consultado em 22 de dezembro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.