The Shining

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde julho de 2013)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
The Shining
Shining (PT)
O Iluminado (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1980 • cor • 144 min 
Direção Stanley Kubrick
Produção Stanley Kubrick
Jan Harlan
Martin Richards
Roteiro Stanley Kubrick
Diane Johnson
Stephen King (livro)
Elenco Jack Nicholson
Shelley Duvall
Danny Lloyd
Scatman Crothers
Género Terror
Idioma inglês
Música Wendy Carlos
Rachel Elkind
Cinematografia John Alcott
Edição Ray Lovejoy
Estúdio Producers Circle
Perrigrine Productions
Distribuição Warner Bros.
Lançamento 23 de maio de 1980
Orçamento US$ 22 milhões
Receita US$ 44.017.374 (EUA)
Página no IMDb (em inglês)

The Shining (O Iluminado, no Brasil, e Shining, em Portugal) é um filme estadunidense de 1980, baseado no livro homônimo de Stephen King. O filme foi dirigido por Stanley Kubrick e estrelado por Jack Nicholson.

É tido por muitos como o segundo melhor filme de Kubrick[carece de fontes?], e, junto com 2001: A Space Odissey (pt: 2001: Odisseia no Espaço) e A Clockwork Orange (pt: Laranja Mecânica), um dos mais populares.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
O Timberline Lodge, usado como cenário exterior do Hotel Overlook.

Passa-se no contexto de uma família isolada em um hotel, do qual tomam conta, cujo pai, escritor, sofre da antes introduzida Síndrome da Cabana, que ocorre quando pessoas vivendo muito tempo enclausuradas se rebelam umas contra outras.

O filho do casal tem uma "iluminação" que o torna capaz de prever e rever acontecimentos e é provido de uma inteligência incomum para sua idade.

O filme aborda assuntos como reencarnação, predestinação e previsão do futuro, obra que caracteriza otimamente a criatividade do seu diretor, refletida em cenas mundialmente conhecidas, mesmo sem saber se referentes ao filme.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Os clipes das músicas "The Kill" da banda 30 Seconds to Mars e de "Spit it Out" da banda Slipknot são inspirados no filme. A banda Mudvayne possui uma música chamada "Dull Boy" que traz na introdução a frase "All work and no play makes me a dull boy" que o protagonista Jack escreve repetidas vezes. [carece de fontes?] A banda gospel americana Casting Crowns faz uma referência ao filme no início da canção "American Dream", parafraseando consagrada frase do livro de Jack.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]