Transmission

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Transmission
Transmission
Tranmission 1.80b1 rodando no Mac OS X Leopard 10.5
Transmission 1.50 beta 4 no Mac OS X
Desenvolvedor Transmission Project/Eric Petit
Versão estável 2.33 [1] (20 de julho de 2011; há 144 semanas e 1 dia)
Versão em teste 2.40b1 (18 de setembro de 2011; há 135 semanas e 4 dias)
Sistema operacional Mac OS X, Unixes, BeOS e iPhone OS
Gênero(s) Cliente de BitTorrent
Licença Mista: MIT, GPL
Página oficial Transmission.com

Transmission é um leve e simples cliente de BitTorrent que apresenta uma interface gráfica bem simples e um back-end multiplataforma. É um programa livre e em código aberto, principalmente licenciado sob a licença MIT.

Transmission roda em Mac OS X (com a interface Cocoa), outros sistemas UNIX (interface GTK+) e BeOS/Zeta (interface nativa). Uma conversão oficial do Transmission (com a interface linha de comando) para o iPhone OS foi completada em 3 de março de 2008.

Até 10 de janeiro de 2008, o Transmission foi baixado por mais de 230.000 vezes.[2]

Transmission usa poucos recursos do sistema se comparado a alguns outros clientes de BitTorrent (como o Azureus). O projeto pretende ser um programa balanceado provido de funcionalidades diversas, úteis aos usuários finais, mas sem o transformar numa bolha (bloatware). Por essa razão Transmission têm tido talvez menos destaque que outros clientes de BitTorrent. Mantendo uma interface simples e intuitiva em todas as plataformas têm sido um ponto-chave no projeto.

Recursos[editar | editar código-fonte]

Geral[editar | editar código-fonte]

  • Apenas o que o usuário precisa - nada do que o usuário não precisa-Cliente leve, mas ainda um poderoso cliente BT.
  • Interface gráfica intuitiva e simples, desenhada para se integrar ao ambiente de trabalho dos sistemas operacionais de escolha.
  • Roda nativamente em mais de cinco sistemas operacionais.
  • Banimento de peers que enviam dados corrompidos.
  • Encriptação de protocolo
  • O usuário têm a opção de racionar a banda de acordo com o desejado, tanto de subida quanto descida.

Mac OS X[editar | editar código-fonte]

  • Barra de ferramentas personalizável.
  • Atualização automática do programa via Sparkle. Logo quando disponível uma nova versão nos repositórios, o usuário é notificado e deseja se quer ou não iniciar o download.
  • Barra de progressão do download.
  • Binário universal, funciona tanto em processadores PowerPC, quanto em Intel.
  • Suporta notificações do Growl
  • Suporte ao Dock do Mac OS X, se mantenha informado sobre o que está acontecendo, como as taxas de download e upload, downloads concluídos, etc. pelo dock do Mac.

Línguas suportadas[editar | editar código-fonte]

Transmission no Ubuntu em alemão.

Até o momento (versão 1.22 de 14 de junho de 2008), a versão para Mac OS X não suporta oficialmente o Português. A partir da versão 1.60 beta 1 já há localização em Português..[3] Por enquanto só em versões beta.

As línguas suportadas (7 no total) são: inglês, italiano, chinês (simplificado e tradicional, russo e turco.

Já para GTK+ o Tranmission está disponível em 22 línguas, entre elas o Português.

Requerimentos/sistemas operacionais suportados[editar | editar código-fonte]

Mac OS X[editar | editar código-fonte]

Linux[editar | editar código-fonte]

FreeBSD/OpenBSD/NetBSD[editar | editar código-fonte]

Solaris (Não suportado)[editar | editar código-fonte]

Versões legadas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal Software Livre

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons