Veni, vidi, vici

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Setembro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

"Veni, vidi, vici" (latim clássico [ˈweːniː ˈwiːdiː ˈwiːkiː]; "Vim, vi, venci") é uma frase em latim supostamente proferida pelo general e cônsul romano Júlio César em 47 a.C.. César utilizou a frase numa mensagem ao senado romano descrevendo sua recente vitória sobre Fárnaces II do Ponto na Batalha de Zela.[1] A frase serviu tanto para proclamar seu feito, como também alertar aos senadores de seu poder militar (Roma passava por uma guerra civil).

A frase é usada para se referir a uma rápida e indiscutível vitória. Variações da frase "Veni, vidi, vici" são frequentemente citadas e usadas na música, literatura e entretenimento.

Desde o tempo de César, a frase tem sido usada em contextos militares, como a alusão feita no século XVII pelo rei João III da Polônia que, após a Batalha de Viena, proferiu "Venimus, Vidimus, Deus Vicit".[2] ("Viemos, vimos, Deus venceu").

Uso na cultura popular[editar | editar código-fonte]

  • A empresa multinacional norte-americana Apple Inc. deu aos participantes de uma conferência, uma camisa com a frase Veni. Vidi. Codi. — "Vim. Vi. Codifiquei."
  • "Veni Vidi Vici" também pode ser encontrada no brasão de armas da Philip Morris International, produtora dos famosos cigarros Marlboro.
  • No romance Jingo de Terry Pratchett, o personagem Samuel Vimes especula outras frases (Veni, vermini, vomui e Visi, veneri, vamoosi)
  • No livro Discworld, o personagem Havelock Vetinari, profere a frase "Veni, vidi, Vetinari".
  • No piloto original da série inglesa The Black Adder, o listel do brasão da família contém o lema "Veni Vidi Castratavi Illegitimos", ou seja, "Vim, vi, castrei os bastardos"
  • No livro Ender's Game, de Orson Scott Card, o Capítulo 11 se chama Veni Vidi Vici.
  • No jogo Fallout New Vegas há uma quest final chamada Vini Vidi Vici
  • Em Sid Meier's Civilization V, um jogo de computador, a conquista "Veni Vidi Vici" é dada aos jogadores que ganharem uma partida como Júlio César
  • O software DreaMule, versão alternativa do Emule, utiliza a frase como uma espécie de slogan.
  • No jogo Assassins Creed II, a sequência final em que o herói derrota Rodrigo Bórgia (papa Alexandre VI) recebe o nome de "Veni, Vidi, Vici".
  • No jogo VVVVVV, há uma parte opcional em que o jogador precisa completar 5 niveis em sequencia (ir e voltar) sem morrer para ganhar. Dentro desses 5 níveis, 3 deles tem o nome de "Vini", "Vidi" e "Vici!". Ironicamente, essa é uma das partes mais difíceis do jogo.

Na TV[editar | editar código-fonte]

  • A mídia utiliza a frase de várias maneiras, como no desenho cômico Asterix e Obelix, no qual há as frases "Vim, vi e não acredito no que vejo" (dita pelo próprio César) e "Vim, vi e perdi".
  • O seriado infantil Doug, utiliza o termo como mágico. As três palavras são bastante similares, o que soa como mágico.
  • Em House, M.D. na última fala do episódio "Needle in a Haystack - 2 de junho de 2007" em que Greg House (Hugh Laurie) luta pelo seu lugar no estacionamento, numa conversa sobre o "ar de culpa" de Cuddy com Wilson diz: "That space is mine! Veni, vidi, vici" ("Aquela vaga é minha! Vim, vi e venci.").
  • Na serie Bones da rede Fox o agente especial do FBI Seeley Booth (David Boreanaz) pronuncia a frase Veni, vidi, vici em um dos episódio da 4ª temporada.
  • Na serie Everybody hates Chris, Todo mundo odeia o Chris, no episódio Everybody hates the substitute, o professor substituto (Orlando Jones) escreve no quadro negro a frase "Veni, vidi, vici".
  • No seriado Person of Interest,[3] ela é usada por um professor depois de se revelar ser Elias (futuro chefão supremo do crime em Nova Iorque) após a "reviravolta" do episódio.

Na música[editar | editar código-fonte]

  • Na música Ninguém Paga Minha$ Conta$ do grupo ConeCrew Diretoria, no fim do segundo trecho cantado pelo rapper Cert possui o seguinte verso: "[...] vim vi e venci "Veni Vidi Vici"
  • Na canção Adam's Song do grupo Blink-182, a segunda estrofe começa com "I never conquered, rarely came" (Eu nunca venci, raramente vim).
  • Na canção "Encore", do cantor estadunidense Jay-Z há um trecho em que ele canta I came, I saw, I conquered (Vim, vi, conquistei).
  • Na canção, "Get Back" do cantor estadunidense Ludacris, ele diz: I came, I saw, I hit him right there in the jaw (Vim, vi, acertei-lhe o queixo).
  • A canção título do musical da Broadway, Mame contém o trecho: "You came, you saw, you conquered | And absolutely nothing is the same" (Vieste, viste, conquistaste | e absolutamente nada é o mesmo)
  • "You Came, You Saw, You Conquered" também é título de uma música de Phil Spector, Irvin Levine, & Toni Wine.
  • "Beware! Criminal" da banda Incubus possui o refrão "you came, you saw, you conquered..."
  • O primeiro álbum de Ja Rule se chama Venni Vetti Vecci, uma brincadeira com a frase original.
  • A cantora Alizée também possui uma canção chamada Veni Vidi Vici.
  • A banda de Eurodance "Imperio" também possui uma música chamada Veni vidi vici
  • O piloto de formula 1 Lewis Hamilton, após vencer o campeonato mundial de 2008 numa disputa apertada que acabou no Brasil, proferiu a frase "vini,vidi,vici" em ingles, sua língua natal.
  • A banda Black Lips de Atlanta, Georgia, têm uma música chamada "Veni, Vidi, Vici" do álbum de 2007, "Good Bad Not Evil".
  • A sigla V3 do grupo V3 significa "Veni,Vidi, Vici".
  • A cantora Zélia Duncan, na música "Vi, não vivi" diz: "Nem com os olhos comi. Nem "veni", nem "vidi" nem "vici".
  • A música "Qual é" de Marcelo D2, ele canta: "Mas sem esse câo de que ta ruim, não dá, isso eu já vi, vivi, venci, deixa prá lá".
  • A música "Ninguém paga minhas contas" de Conecrew Diretoria, eles cantam: "Eu to de pé, vim, vi e venci, veni, vidi, vici".
  • A cantora Madonna possui uma música chamada Veni Vidi Vici, que está em seu álbum Rebel Heart.
  • O rapper brasileiro Jax compôs 6 músicas com o nome "Veni, Vidi, Vici", com tema inspirado no falecido Bodybuilder Zyzz.
  • A dupla de Djs Vini Vici possui uma música com o nome Veni Vidi Vici.
  • O rapper coreano Zico do grupo Block B possui uma música chamada Veni Vidi Vici.
  • O DJ/produtor Vini Vici possui uma música chamada "Veni Vidi Vici" no seu álbum "Future Classics".
  • A canção Play For Keeps do rapper americano B.o.B há uma menção no trecho "Veni, vidi, vici, I came, I saw, I conquered" (Veni, vidi, vici, eu vim, eu vi, eu conquistei)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências