Júlia César, a Velha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Júlia, a Velha.
Júlia César
Nacionalidade República Romana
Progenitores Mãe: Aurélia Cota
Pai: Caio Júlio César
Cônjuge Lúcio Pinário (primeiro)
Quinto Pédio (segundo)
Filho(s) Lúcio Pinário Escarpo
Quinto Pédio
Ocupação Cortesã
Religião Paganismo romano

Júlia César (em latim: Iulia Caesaris), por vezes citada pelos historiadores como a Velha (em latim: Major), era uma nobre da Roma Antiga ativa durante o século I a.C.. Era filha do pretor Caio Júlio César com Aurélia Cota e irmã mais velha do ditador Júlio César. É conhecida apenas por uma única passagem na qual o biógrafo Suetônio menciona dois netos dela,[1][2] Lúcio Pinário Escarpo e Quinto Pédio, que tornar-se-ia cônsul em 43 a.C..[3]

Se eles forem, na realidade, filhos dela como já se conjecturou[3] ela teria se casado, em ordem desconhecida, com Lúcio Pinário, membro duma família patrícia muito antiga[4] e o equestre Quinto Pédio;[5] Marjorie e Benjamin Lightman conjecturam que ela teria se casado com Lúcio Pinário e então com Quinto Pédio.[6]

Em seu testamento, Júlio César deixou uma parte de sua fortuna para os filhos (ou netos) de Júlia César, que por sua vez concederam sua herança para Otaviano (futuro Augusto), que havia herdado ¾ da propriedade legada.[6] Não se sabe se foi a mais velha ou a mais nova das irmãs de César que entregou evidências contra Públio Clódio Pulcro quando ele foi destituído por falta de piedade.[5][7]

Árvore genealógica[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Suetônio século II, LXXXIII.
  2. Apiano século II, III.22, 23.
  3. a b Münzer 1936, p. 222-230.
  4. Tito Lívio século I a.C., I.7.
  5. a b Smith 1870, p. 640.
  6. a b Lightman 2008, p. 161.
  7. Suetônio século II, LXXIV.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]