Otávia, a Velha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Otávia, a Velha
Nascimento Século I a.C.
Roma
Morte Século I a.C.
Roma
Cidadania Roma Antiga
Progenitores Pai:Caio Otávio
Filho(s) Sexto Apuleio, Marco Apuleio
Irmão(s) Augusto, Otávia

Otávia, a Velha (em latim: Octavia Major; antes de 69 a.C.[1]–depois de 29 a.C.), conhecida também como Otávia Maior, era filha do governador e senador romano Caio Otávio com sua primeira esposa Ancária (em latim: Ancharia). Ela era também meio-irmã de Otávia, a Jovem, e do imperador romano Augusto (Otaviano)[2]. Pouco se sabe de sua vida.

Plutarco só cita uma filha de Caio Otávio chamada Otávia e mistura as duas[3].

Casamento e descedentes[editar | editar código-fonte]

Otávia, a Velha, se casou com Sexto Apuleio e os dois tiveram um filho, também chamado Sexto Apuleio, que foi cônsul em 29 a.C. com Augusto[4]. Sexto Apuleio (filho) teve dois filhos, Sexto Apuleio, cônsul em 14, e Apuleia Varília. Seu último descendente conhecido, também chamado Sexto Apuleio, era filho do cônsul em 14 com Fábia Numantina[5].

Árvore genealógica[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Sua meia-irmã paterna mais jovem, Otávia Menor, nasceu em 69 a.C.
  2. Suetônio, Vidas dos Doze Césares, Vida de Augusto 4.1 [1]
  3. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Antônio 31.1-2 e 87
  4. Inscriptions from Pergamon 2, 419 = Inscriptiones Graecae ad res Romanas pertinentes 4, 323 = Wilhelm Dittenberger, Orientis Graeci inscriptiones selectae 462.
  5. Syme, R., Augustan Aristocracy (1989), pp. 316f

Bibliografia[editar | editar código-fonte]