Júlia César, a Jovem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Júlia, a Jovem.
Júlia César
Nascimento 101 a.C.
Roma
Morte 51 a.C.
Nacionalidade República Romana
Progenitores Mãe: Aurélia Cota
Pai: Caio Júlio César
Cônjuge Marco Ácio Balbo
Filho(s) Ácia Balba Prima
Ácia Balba Cesônia
Ácia Balba Tércia
Ocupação Cortesã
Religião Paganismo romano

Júlia César (em latim: Iulia Caesaris; 101 a.C.-51 a.C.), por vezes citada pelos historiadores como a Jovem (em latim: Minor), era uma nobre da Roma Antiga ativa durante o século I a.C.. Era filha do pretor Caio Júlio César com Aurélia Cota e irmã mais nova do ditador Júlio César. Ela nasceu em 101 a.C..[1] Casou-se com Marco Ácio Balbo, um pretor originário de uma família senatorial de origem plebeia e teve com ele duas filhas das quais sabe-se o nome de uma, Ácia Balba Cesônia, a mãe de Otávia Menor, a quarta esposa do triúnviro Marco Antônio, e do primeiro imperador, Augusto.[2]

Júlia e a mãe deram às cortes romanas um detalhado e verdeiro relato sobre o caso entre Pompeia (sua cunhada) e o político Públio Clódio Pulcro no escândalo da Bona Dea de 62 a.C., no qual Públio teria entrado vestido de mulher na casa de Júlio César, à época pontífice máximo, durante os rituais exclusivamente femininos dedicados a deusa, o que provocou a separação do casal. Júlia faleceu aos cinquenta anos em 51 a.C. e sua oração fúnebre foi declamada pelo seu neto mais novo, Otaviano (o futuro imperador Augusto), que tinha apenas doze anos de idade.[3]

Legenda
descende
adoção
casamento 1, 2 ordem das esposas
MAIÚSCULO imperadores (ou ditador perpétuo, no caso de Júlio César)


Referências

  1. Lightman 2008, p. 161.
  2. Lightman 2008, p. 161-162.
  3. Lightman 2008, p. 162.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Lightman, Marjorie; Lightman, Benjamin (2008). A to Z of ancient Greek and Roman women. Nova Iorque: Infobase Publishing. ISBN 1438107943