Vlas Tchubar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vlas Tchubar
Nome nativo Влас Якович Чубар
Nascimento 22 de fevereiro de 1891
Morte 26 de fevereiro de 1939 (48 anos)
Moscovo
Cidadania Império Russo, República Socialista Soviética Ucraniana, União Soviética
Ocupação político
Prêmios Ordem da Bandeira Vermelha do Trabalho

Vlas Iakovitch Tchubar (em ucraniano: Влас Якович Чубар), também transcrito como Vlas Iakovlevitch Tchubar (em russo: Влас Яковлевич Чубарь) (22 de fevereiro de 1981-26 de fevereiro de 1939) foi um revolucionário bolchevique ucraniano e um político soviético.

Tchubar uniu-se à corrente bolchevique do Partido Operário Social-Democrata Russo em 1907. Após a Guerra Civil Russa chegou a ser membro do Comité Central do PCUS em 1921, o que possibilitou substituir Christian Rakovski como chefe do Sovnarkom de Ucrânia. Daí, foi nomeado membro do Comité Central do Politburo em novembro de 1926.

Em 1934, Tchubar foi transferido a Moscovo para ocupar um cargo de membro do Sovnarkom da URSS e também para dirigir o Conselho de Trabalho e Defesa. Em fevereiro de 1935, Tchubar converteu-se em membro pleno do Politburó e entre 16 de agosto de 1937 e 19 de janeiro de 1938 serviu como Comissário Popular de Economia em substituição de Grigori Grinko. Porém, foi arrestado durante o processo do Grande Expurgo em junho de 1938 e, sendo substituído por Arseni Zverev, foi depois executado em fevereiro de 1939.

O seu irmão, Trofim Tchubar, foi condenado ao fuzilamento pelo próprio Estaline no dia 26 de julho de 1938, embora o seu destino fatual é desconhecido.[1]

Em 2010, um tribunal criminal ucraniano estabeleceu que Tchubar, entre outros líderes da Ucrânia soviética, foi pessoalmente responsável pola carestia artificial de Holodomor

Referências

  1. {{url=http://www.novayagazeta.ru/gulag/57046.html%7Ctítulo=Uma assinatura que valeu 138 vidas |acessodata=18 de março de 2013|língua2=ru

Outros artigos[editar | editar código-fonte]