.gal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
.gal
Criado em Aprovado
Tipo de TLD Domínio de topo patrocinado
Status Proposto
Responsável Asociación Puntogal
Criado para Comunidade cultural e linguística da língua galega

".gal" é o domínio de primeiro nível proposto para a língua e cultura galegas. A proposta foi aprovada em junho de 2013 pela Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números. O novo domínio será utilizado para webs em galego fundamentalmente en 2014, tal como está determinado nas normas da Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números1 . Atualmente, algúns sítios galegos utilizam o dominio da Groenlândia, .gl.

O caso do domínio catalão[editar | editar código-fonte]

A aprovação do domínio catalão, o ".cat", aumentou as aspirações do ".gal". Para conseguir esse domínio, foi fundamental a soma de todas as vontades da sociedade civil, empresarial e política catalã. Uma quantidade de associações culturais, empresariais e fundações, assim como pessoas de toda condição, somaram-se a tal projeto. Contou aliás com um importante apoio institucional, tendo mesmo sido apoiado pelo Estado espanhol, ao ser este consultado pela Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números.

Asociación Puntogal[editar | editar código-fonte]

Puntogal (de ".gal") é uma organização sem fins lucrativos cuja finalidade é a criação dum domínio de topo patrocinado específico para a cultura galega. Constituiu-se em 10 de junho de 2006 e está formada por várias instituições e associações galegas. Está presidida por Manuel González González, diretor do Instituto da Língua Galega e secretário da Real Academia Galega).

O domínio ".gal" pertenceria à comunidade galega num senso geral, em função do critério de ser uma comunidade com fortes ligações linguísticas, culturais, históricas e sociais, independente de critério geográfico.

A proposta "puntogal" não está relacionada com a proposta dum domínio geográfico de duas letras (.gz, por exemplo), domínios para os que é necessário ser um estado reconhecido pela Organização das Nações Unidas ou alguma das suas agências.

Reconhecimentos[editar | editar código-fonte]

Em 16 de novembro de 2007, foi-lhe entregado o Prémio Xoán Manuel Pintos concedido pela Câmara Municipal de Pontevedra e a Rede de Entidades Amigas da Língua (REAL).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências