3200 Faetonte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Outubro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

3200 Faetonte é um asteroide com características pouco usuais e que pode ser um cometa que perdeu seu material volátil.[1] Faetonte, que recebe o nome de um personagem da mitologia grega, cruza as órbitas dos Apolos e dos planetas Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

Quando examinavam dados do Satélite Astronômico Infravermelho (IRAS) em busca de corpos em movimento, Simon F. Green e John K. Davies descobriram Faetonte (1983 TB) em images datadas a partir de 11 de outubro de 1983. A descoberta foi anunciada em 14 de outubro, juntamente com uma confirmação ótica levada a efeito por Charles T. Kowal, que determinou sua aparência de asteróide. Trata-se do primeiro asteroide descoberto por uma nave espacial. Seu diâmetro é de 5,1 km.

Faetonte aproximou-se da Terra em 10 de dezembro de 2007, chegando a 18,1 Gm. Aproximar-se-á ainda mais em 2017, 2050 e 2060, até chegar a 0,0198 UA (ou 3 Gm) em 14 de dezembro de 2093.

A chuva de meteoros Gemínidas está associada a este asteroide.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Leandro Lage do Santos Guedes, para o Portal Multirio da prefeitura da cidade do Rio de Janeiro, Nós da Escola, Ano 3, No 34, de 2006 [em linha]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


3199 Nefertiti | 3198 Wallonia | 3200 Faetonte | 3201 Sijthoff | 3202 Graff