Abou Diaby

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Abou Diaby
أبو ديابي
Abou Diabyأبو ديابي
Informações pessoais
Nome completo Vassiriki Abou Diaby
Data de nasc. 11 de maio de 1986 (28 anos)
Local de nasc. Paris,  França
Altura 1,88 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Inglaterra Arsenal
Número 24
Posição Meia
Clubes de juventude

19992002
20022003
França Red Star Paris
França Paris Saint-Germain
França Auxerre
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
20032004
20042006
2006
França Auxerre B
França Auxerre
Inglaterra Arsenal
0011 0000(1)
0010 0000(1)
0123 000(14)
Seleção nacional3
20042005
20062007
2007
Bandeira da França França Sub-19
Bandeira da França França Sub-21
Bandeira da França França
0012 0000(0)
0002 0000(0)
0016 0000(1)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 26 de julho de 2013.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 26 de julho de 2013.

Vassiriki Abou Diaby - em árabe, فاسيريكي أبو ديابي (Paris, 11 de maio de 1986) é um futebolista francês de origem marfinense que atua como meia. Atualmente, joga pelo Arsenal.

Carreira[editar | editar código-fonte]

O início[editar | editar código-fonte]

Diaby começou nas categorias de base do Auxerre, clube do futebol francês. Antes mesmo de se tornar profissional, foi descoberto por olheiros do Arsenal e contratado por Arsène Wenger, conhecido por trazer muitos franceses para o clube londrino.

Arsenal[editar | editar código-fonte]

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Em 13 de janeiro de 2006, foi oficializada sua contratação pelo Arsenal, por cerca de 2 milhões de libras, valor baixo para os padrões do futebol inglês. Segundo notícias veiculadas após o acerto com o Arsenal, Diaby teria rejeitado uma proposta de um dos maiores rivais do clube, o Chelsea. Recebeu a camisa de número 2 dos Gunners, que estava vaga desde a aposentadoria de Lee Dixon.

Em 1 de abril de 2006, saiu do banco para marcar seu primeiro gol pelo Arsenal, na vitória por 5-0 sobre o Aston Villa.

Em 12 de dezembro de 2007, Diaby abriu o placar na vitória por 2-1 sobre o Steaua Bucareste, pela UEFA Champions League 2007-08. Marcou seu segundo gol na Champions League em 8 de abril de 2008, abrindo o placar sobre o Liverpool em pleno Anfield Road.

Atualmente[editar | editar código-fonte]

Iniciou a temporada 2009-10 como reserva, mas uma lesão sofrida pelo brasileiro Denílson, titular da posição, permitiu que o francês conquistasse várias oportunidades no time titular. Jogando ao lado de Alexandre Song, formou uma parceria de sucesso no meio-de-campo dos gunners. Marcou quatro gols antes de também sofrer uma lesão na partida contra o Wolves, que retirou o seu nome da convocação do técnico Raymond Domenech para os jogos contra a Irlanda, válidos pela repescagem europeia para a Copa do Mundo. Após o retorno da lesão, marcou seu sexto gol na temporada contra o Aston Villa, em 27 de dezembro de 2009. Algumas semanas depois marcou também seu sétimo gol, crucial na vitória por 1-0 sobre o Liverpool, um dos concorrentes na briga pelo título, em jogo realizado no Emirates Stadium, em 10 de fevereiro de 2010.[1]

Na temporada 2010-11, foi muito atrapalhado por seguidas lesões, perdendo a vaga na equipe titular para o promissor Jack Wilshere, que surgiu recentemente das categorias de base do clube londrino e já virou "xodó" da torcida, muito pelo fato de ser inglês. Finalizou a temporada tendo atuado em apenas 20 partidas por todas as competições, sendo 16 delas pela Premier League.

Seleção Francesa[editar | editar código-fonte]

Após passar pelo Sub-19 e Sub-21, estreou pela Seleção Francesa principal em 24 de março de 2007, numa vitória por 1-0 sobre a Lituânia, válida pelas eliminatórias da Euro 2008. Para sua frustração, no ano seguinte, foi cortado da Euro devido a uma lesão sofrida às vésperas do torneio.

Dois anos depois, integrou o elenco francês que disputou a Copa do Mundo de 2010. Os franceses fizeram uma campanha extremamente fraca, e foram eliminados ainda na fase de grupos.

Referências

Bandeira de FrançaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas franceses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.



O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Abou Diaby