Absinto (planta)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaAbsinto
Artemisia absinthium

Artemisia absinthium
Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: angiospérmicas
Clado: eudicotiledóneas
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Artemisia
Espécie: A. absinthium
Nome binomial
Artemisia absinthium
Linnaeus, 1753

O absinto (Artemisia absinthium), também conhecido por losna ou sintro, é uma planta da família Asteraceae.

História[editar | editar código-fonte]

Na Grécia Antiga, esta planta era dedicada à deusa Ártemis (Diana, entre os romanos, deusa da caça e da castidade). Daí a origem de seu nome científico.[1]

É uma erva originária da Europa e da Ásia, de folhas recortadas de cor cinzenta, de sabor amargo e que é utilizada como planta medicinal e na fabricação da bebida conhecida como absinto.[2]

O absinto contém pequenas quantidades de tujona, que se pensou outrora ser relacionado com o THC (tetraidrocanabinol), mas sabe-se agora que é um antagonista dos receptores GABA-A. O consumo excessivo de tujona pode causar espasmos e convulsões.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. BLANCO, Rose Aielo. Jardim de flores - Losna ou Absinto: medicinal ou tóxica?. Página visitada em 27/12/2008.
  2. A fada verde. Adega. Uol. Página visitada em 05/05/2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre asteráceas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Absinto (planta)