Airwolf

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Águia de Fogo (em inglês: Airwolf; em espanhol: Lobo del aire; em França : Supercopter) é uma série televisiva estado-unidense que foi exibida de 1984 até 1987. O programa contava com um helicóptero militar supersônico, conhecido por Águia de Fogo, e sua tripulação participava de várias missões, muitas delas envolvendo espionagem, como o tema relacionado à Guerra Fria.

A série foi criada por Donald Bellisario em 1984, com um total de 80 episódios, para o canal CBS. Nas primeiras três temporadas, estrelaram Jan-Michael Vincent, Ernest Borgnine, Alex Cord, e (da segunda temporada em diante) Jean Bruce Scott. Depois que a série original foi cancelada, uma quarta temporada, com um elenco inteiramente novo e sob um orçamento bem menor, foi filmada no Canadá para a emissora USA Network. Foi transmitida, no Brasil, pelas emissoras Rede Globo (1ª a 3ª temporadas) e Rede Record (4ª temporada).

Resumo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Baseado no filme homônimo, que deu origem à série, contava a história de Michael Coldsmith-Briggs III, vivido por Alex Cord, codinome "Arcanjo", que é o comandante de uma divisão especial da CIA, chamada de "A Firma", que construiu o Águia de Fogo. Sua principal característica é usar um tapa olho e sempre se vestir de branco. Ele convoca o piloto Stringfellow Hawke, vivido pelo ator Jan-Michael Vincent, para recuperar a aeronave desaparecida na Líbia. Hawke vive em uma cabana no topo de uma montanha, isolado. Seu único companheiro é seu cão, Tet.

Hawke é um veterano da guerra do Vietnã, onde perdeu seu irmão, desaparecido em combate, desde então vive recluso. Ele tem como único amigo e companheiro de aventuras no Águia de Fogo, o veterano Dominic Santini, vivido pelo ator Ernest Borgnine, uma espécie de mentor.

Ao retornar da Líbia, após derrotar o criador do Águia de Fogo, Hawke e Dominic passam a usar o helicóptero como uma espécie de "supermáquina alada" para combater o crime e fazer justiça. Ao longo da série o Águia de Fogo passaria a ser chamada também de Águia Vingadora ou Águia Justiceira. O clímax dos episódios da série eram as batalhas áereas envolvendo o sofisticado helicóptero.

Armas[editar | editar código-fonte]

O Águia de Fogo tem como principais armas:

Modo Supersônico de Velocidade ou Modo de Supervelocidade (Supersonic Speed Mode ou Super Pursuit Mode): faz o helicóptero chegar a uma velocidade pouco acima de Mach 1 (uma vez mais rápido que a velocidade do som, em torno de 1200 Km/h), conferindo-lhe desempenho de velocidade de combate equivalente ao de caças MiG e/ou outros aviões supersônicos e até mísseis. O conjugado com a turbina faz o Águia de Fogo emitir um estrondo sônico como um uivo, tanto na aceleração como na redução de velocidade para Modo de Cruzeiro Normal (Normal Cruise Mode).

Canhão Vulcão ou Pod Lança-Mísseis (ADF - All Directional Firing): a mais mortal arma do Águia de Fogo. É um pod retrátil triplo, de direção ajustável num eixo de 180 graus (90° do lado direito ao esquerdo), capaz de lançar uma variada gama de mísseis ar-ar (ex.: "Sidewinder") e ar-terra (ex.: o antitanque "Hellfire"). Com ela , a Águia Vingadora ou Águia Justiceira consegue destruir seus oponentes e encerra a Vingança da Águia.

Metralhadoras (Machine Guns) ou Chain Guns (1ª temporada): Metralhadoras ar-ar e ar-terra retráteis localizadas nas laterais do helicóptero, de onde são disparados tiros capazes de abater aviões e outros adversários.

"Explosão solar" (Sunburst) e Palhetas refletoras (Chaffs): Contramedidas para despiste de mísseis atraídos por calor (Sunburst) e de guiamento ativo (Chaffs).


Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre séries de televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.