Alexandre Koyré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alexandre Koyré
Nascimento 29 de agosto de 1892
Taganrog
Morte 28 de abril de 1964 (71 anos)
Paris
Nacionalidade França Francês
Ocupação História da ciência
Prêmios Medalha George Sarton (1961)

Alexandre Koyré (Taganrog, 29 de agosto de 1892Paris, 28 de abril de 1964) foi um filósofo francês de origem russa que escreveu sobre história e filosofia da ciência.

Vida[editar | editar código-fonte]

Koyré nasceu na cidade de Taganrog no seio de uma família russa de origem judaica.

Em Göttingen, na Alemanha, ele estudou com Edmund Husserl e David Hilbert. Husserl não aprovou a dissertação de Koyré, após o que este partiu para Paris. Depois das Meditações cartesianas de Husserl, uma série de conferências proferidas em Paris e um dos mais importantes trabalhos tardios deste filósofo, Koyré encontrou-se repetidamente com ele e influenciou a sua compreensão de Galileo Galilei.

Em Paris Koyré tornou-se colega de Alexandre Kojève, e ensinou na École Pratique des Hautes Études. Embora mais conhecido como filósofo da ciência, Koyré iniciou-se como historiador da religião. Muita da sua originalidade veio a apoiar-se na capacidade de basear os seus estudos sobre ciência moderna na história da religião e da metafísica.

Koyré centrou-se em Galileo Galilei, Platão, e Isaac Newton. O seu trabalho mais famoso é Do Mundo fechado ao Universo infinito, uma série de conferências apresentadas na The Johns Hopkins University em 1959 sobre a ascensão da ciência moderna e a mudança na percepção científica do mundo no período de Nicolau de Cusa e Giordano Bruno até Isaac Newton. O livro era essencialmente uma síntese das ideias já anteriormente apresentadas por Koyré.

Koyré influenciou muitos filósofos da ciência europeus e americanos, entre os quais Paul Feyerabend e Thomas Kuhn.

Principais publicações[editar | editar código-fonte]

  • Études galiléennes. Paris: Hermann, 1939
  • La Philosophie de Jacob Boehme. Paris, J. Vrin, 1929.
  • Introduction à la lecture de Platon. Paris: Gallimard 1994.
  • From the Closed World to the Infinite Universe. New York: Harper, 1958.

Traduções em português[editar | editar código-fonte]

  • Do mundo fechado ao universo infinito. Lisboa: Gradiva, 1961.
  • Considerações sobre Descartes. Lisboa: Ed. Presença, 1963.
  • Introdução à leitura de Platão. Lisboa: Presença/Säo Paulo: Livr. Martins Fontes, 1979.
  • Estudos galilaicos. Lisboa: D. Quixote, 1986.
  • Galileu e Platão. Lisboa: Gradiva, data ????. Tradução de Maria Teresa Brito Curado.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Jean-François Stoffel, Bibliographie d'Alexandre Koyré, Firenze : L.S. Olschki, 2000.
  • Marlon Salomon (org.) "Alexandre Koyré, historiador do pensamento". Goiânia: Almeida & Clément, 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alexandre Koyré