Anexo:Lista de condes e duques de Montpensier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

História

Nesta página esta contida a lista dos condes e duques de Montpensier.

senhores[editar | editar código-fonte]

Casa de Thiers[editar | editar código-fonte]

originada no sec XII e seu primeiro representante foi Guido de Thiers

????-???? : Guido de Thiers

????-???? : Ágnes de Thiers, filha do anterior

Casou-se em 1145, em primeiras núpcias, com Raimundo de Borgonha, conde de Grignon e teve uma filha, Matilda, casada com Guido de Nevers.
Casou-se em 1160, em segundas núpcias, com Humberto IV, senhor de Beaujeu

Casa de Beaujeu[editar | editar código-fonte]

????-1216 : Guiscardo I (†1216), senhor de Beaujeu (Guiscardo IV de Beaujeu), filho de Humberto IV e de Alice de Thiers

Casou-se em 1197 com Sibila de Hainaut, filha de Balduíno V, conde de Hainaut e de Magarida da Alsácia

1216-1256 : Guiscardo II (†1256), filho do anterior

Casou-se em 1226 com Catarina de Auvergne, filha do Delfin Roberto I, conde de Clermont e Delfin de Auvergne e de Alice de Borgonha

1256-1285 : Humberto II (†1285), filho do anterior

Casou-se em 1276 com Isabela de Melun

1285-1308 : Joana (†1308), filha do anterior

Casou-se em 1292 com João II, conde de Dreux

Casa (Capetiana) de Dreux[editar | editar código-fonte]

1308-1329 : Roberto V (1293-†1329), filho do anterior e de Joana de Beaujeu

Casou-se em 1321 com Maria de Enghien

1329-1331 : João III (1295-†1331), irmão do anterior, filho de João II e de Joana de Beaujeu

Casou-se em 1329 com Ida de Rosny (†1375)

1331-1345 : Pedro, (1298-†1345), irmão do anterior, filho de João II e de Joana de Beaujeu

Casou-se em 1341 com Isabel de Melun, (†1389)

1345-1346 : Joana I, (1345-†1346), filha do anterior

Sua morte representa a última geração de Humberto II. Montpensier passa então para os descendentes de um irmão de Umberto II:

Casa de Ventadour[editar | editar código-fonte]

1346-1384 : Bernardo de Ventadour

Ele vende o Montpensier a João de França, duque de Berry, filho do rei João II, o Bom, da França. Montpensier é transformado em um município e é dado a ao filho de João de Berry.

condes[editar | editar código-fonte]

Casa de Berry[editar | editar código-fonte]

1386-1401 : João II de Berry (1363-†1401), filho de João de Berry.

1401-1416 : João I de Berry (1340-†1416), seu pai, ficou com o município à morte do filho

1416-1434 : Maria de Berry (v.1375-1434), duquesa de Auvergne e condessa de Montpensier, filha do anterior e de sua primeira mulher Joana de Armagnac

Casou-se em primeiras núpcias em 1386 com Luís de Châtillon (†1391), conde de Dunois
Casou-se em segundas núpcias em 1392 com Filipe de Artois (1358-1397), conde d'Eu
Casou-se em terceiras núpcias em 1401 com João I de Bourbon (1381-1434), duque de Bourbon e conde de Forez

Casa de Bourbon[editar | editar código-fonte]

1434-1486 : Luís I, o Bom, filho de João I de Bourbon e de Maria de Berry

Casou-se em primeiras núpcias em 1428 com Joana (†1436), Delfine de Auvergne e condessa de Clermont
Casou-se em segundas núpcias o 15 de fevereiro 1442 com Gabriela de La Tour (+1486)

1486-1496 : Gilberto (1443-†1496), conde de Montpensier e Delfin de Auvergne, filho do anterior e de Gabriela de La Tour

Casou-se em 1481 com Clara Gonzaga de Mantoue (1464-†1503)

1496-1501 : Luís II (1483-†1501), filho do anterior

1501-1525 : Carlos (1409-†1527), o condestável de Bourbon, irmão do anterior

Casou-se em 1505 com Suzana de Bourbon (1491-†1521)

Depois da traição do Condestável de Bourbon, o Montpensier é confiscado, mas foi restituido em 1539 à irmã do Condestável, e transformou-se em um ducado.

duques[editar | editar código-fonte]

Casa de Bourbon[editar | editar código-fonte]

1539-1561 : Luísa de Montpensier (1484-†1561), filha de Gilberto

Casou-se em 1499, em primeiras núpcias, com Andre III de Chauvigny (†1503), príncipe de Déols
Casou-se em 1504, em segundas núpcias, com Luís de Bourbon-Vendôme, príncipe da Roche-sur-Yon (1473-†1520)

Casa de Bourbon-Montpensier[editar | editar código-fonte]

de azur à trois fleurs de lys d'or, au bâton de gueules péri em bande chargé em chef d'un croissant d'argent.

1561-1582 : Luís III de Bourbon-Vendôme (1513-†1582), filho da anterior

Casou-se em primeiras núpcias com Jacqueline de Longwy (†1561)
Casou-se em segundas núpcias Catarina de Lorraine (1552-1596)

1582-1592 : Francisco (1542-1592), filho do anterior e de sua primeira esposa

Casou-se com Renée de Mézières (1550-1590), marquesa de Mézières

1592-1608 : Henrique (1573-1608), filho do anterior

Casou-se com Henriqueta Catarina de Joyeuse (1585-1656), duquesa de Joyeuse

1608-1627 : Maria de Bourbon, duquesa de Montpensier (1605-1627), filha única do anterior.

Casou-se com Gastão (1608-1660), duque de Orléans

Casas terceira e quarta de Orléans[editar | editar código-fonte]

D’azur à trois fleurs de lys d’or, au lambel d’argent.

1627-1693 : Ana Maria Luísa de Orléans (1627-†1693), conhecida como a Grande Mademoiselle, filha única da anterior. À sua morte ele nomeia como herdeiro universal seu primo;

1640-1701 Filipe de França (1640-1701), dito "Monsieur", irmão de Luís XIV. Montpensier é então transmitido ao quarto ramo da Casa de Orléans.

1701-1723 Filipe II, Duque de Orleães (2 de agosto de 1674 - 2 de dezembro de 1723 Versailles), duque de Chartres em 1674, de Orléans, em 1701, de Nemours, de Valois e de Montpensier em 1701; Príncipe de Joinville, Conde de Beaujolais. Regente na menoridade de Luís XV de 1715 a 1723.

???-1775Luís Filipe de Orléans (1747-1793) passa o título a seu filho Luís Antônio de Orléans (1775-1807).

1775-1807 : Luís Antônio de Orléans (1775-1807). Sem aliança, o rei Luís Filipe I, irmão do anterior, transmite-o a seu filho mais novo.

1824-1890 : António de Orléans (1824-1890), sobrinho do anterior

Casou-se com Luísa Fernanda de Bourbon (1832-1897)

Até esta data o último orleanista a usar o título de duque de Montpensier foi Fernando de Orléans (1884-1924), o filho mais jovem de Filipe de Orléans (1838-1894) « conde de Paris », pretendente à coroa francesa e sobrinho de António de Orléans (1824-1890). Fernando de Orléans (1884-1924), sobrinho-neto do anterior. Morreu sem deixar descendentes em seu domínio de Randan (Puy-de-Dôme).

Em 1984, o título de cortesia de "duquesa de Montpensier" foi atribuído a Maria Teresa de Wurtemberg, após seu divórcio com Henrique de Orléans (1933-???) « conde de Paris ».

1984- : Maria Teresa de Wurtemberg (1934-???)

Casou-se em 1957 com Henrique de Orléans (1933-???) e divorciaram-se em 1984.