Arquidiocese de Berlim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Arquidiocese de Berlim
Archidiœcesis Berolinensis
Catedral Basílica de Santa Edwiges
Localização
País Alemanha
Dioceses Sufragâneas Dresden-Meißen, Görlitz
Estatísticas
Área 31 200 km²
Informação
Rito romano
Criação da Diocese 13 de agosto de 1930
Elevação a Arquidiocese 27 de junho de 1994
Governo da Arquidiocese
Arcebispo sede vacante
Jurisdição Sé Metropolitana
Contatos
Endereço Niederwallstr. 8-9, D-10117
Página Oficial www.erzbistumberlin.de/
Coat of Arms of the Roman Catholic Archdiocese of Berlin.svg
Divisão territorial da província.

A Arquidiocese de Berlim (Archidiœcesis Berolinensis, Erzbistum Berlin) é uma arquidiocese da Igreja Católica situada em Berlim, na Alemanha. Foi eregida a partir da elevação da Diocese de Berlim, criada em 13 de agosto de 1930. Sua é a Catedral de Santa Edwiges.

Possui 94 paróquias, contando com 6,8% da população jurisdicionada batizada e com 396 padres[1] .

História[editar | editar código-fonte]

A evangelização do território da Arquidiocese de Berlim ocorreu a partir da primeira metade do século XII e é devido às viagens missionárias de Dom Oto de Bamberg. Originalmente, essas terras estavam sob a jurisdição das dioceses de Brandenburgo, Havelberg, Kamien e Lebus.

A diocese foi eregida em Berlim, em 13 de agosto de 1930 com a bula papal Pastoralis officii nostri do Papa Pio XI, que suprimiu a administração apostólica de Berlim e deu nova diocese à província eclesiástica da Arquidiocese de Wrocław.

Durante o período nazista o reitor da Catedral Bernhard Lichtenberg foi preso e deportado para o campo de concentração de Dachau para orar pelos judeus perseguidos. Ele morreu em Dachau em 5 de setembro de 1943 e foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 23 de junho de 1996.

Em 28 de junho de 1972 cedeu a parte da diocese, que estava no território da Polónia em favor da ereção da Diocese de Szczecin–Kamień (hoje Arquidiocese), de Koszalin–Kołobrzeg e Zielona Góra–Gorzów.

Em 27 de junho de 1994, sob a bula Certiori christifidelium do Papa João Paulo II foi elevada à categoria de Arquidiocese Metropolitana, que tem como sufragâneas as dioceses de Görlitz e Dresden-Meißen .

A arquidiocese foi visitada pelo Papa Bento XVI em 22 e 23 de setembro de 2011.

Prelados[editar | editar código-fonte]

Bispos[editar | editar código-fonte]

Arcebispos[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dados de 2006