Arquidiocese de Munique e Frisinga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Arquidiocese de Munique e Frisinga
Archidiœcesis Monacensis et Frisingensis
Frauenkirche, Munique, igreja-matriz da Arquidiocese de Munique e Frisinga
Localização
País Alemanha
Dioceses Sufragâneas Diocese de Augsburgo, Diocese de Passau, Diocese de Ratisbona
Estatísticas
Área 11,998 km²
Informação
Rito Romano
Criação da Diocese 739
Elevação a Arquidiocese 1 de abril de 1818
Padroeiro São Corbiniano
Governo da Arquidiocese
Arcebispo Reinhard Marx
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana
Contatos
Página Oficial www.erzbistum-muechen.de

A Arquidiocese de Munique e Frisinga (em latim: Archidioecesis Monacensis et Frisingensis e em alemão: Erzbistum München und Freising) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica Romana na Baviera, Alemanha. É chefiada pela prelazia do arcebispo de Munique, o qual administra a sé a partir da igreja matriz em Munique, Frauenkirche, também chamada de "catedral de Munique". A catedral anterior era a Catedral de Frisinga.

História[editar | editar código-fonte]

A sede foi canonicamente estabelecida por volta de 739 por São Bonifácio como Diocese de Frisinga. Depois da Guerra dos Trinta Anos, o bispo tornou-se um príncipe-bispo. A diocese foi dissolvida em 1803 após o colapso do Sacro Império Romano-Germânico, embora um bispo titular estivesse presente até 1 de abril de 1818, quando o Papa Pio VII transformou a diocese em arquidiocese, com sede em Munique.

Território[editar | editar código-fonte]

A arquidiocese está dividida em quarenta deados com 758 paróquias. Os bispos-auxiliares são o bispo de Augsburgo, o bispo de Passau, e o bispo de Ratisbona.

Sufragâneas[editar | editar código-fonte]

Líderes[editar | editar código-fonte]

Bispos de Frisinga[editar | editar código-fonte]

  • São Corbiniano (723-730; fundou a abadia beneditina em Frisinga, embora a diocese não fosse organizada até 739 por São Bonifácio)
  • Eremberto (739-747)
  • José de Verona (747-764)
  • Arbeo (764-783)
  • Atto (784-810)
  • Hitto (811-834)
  • Erchambert (835-854)
  • Anno (855-875)
  • Arnold (875-883)
  • Waldo (883-903)
  • Utto (903-907)
  • Dracholf (907-926)
  • Wolfram (926-937)
  • Lantbert (937-957)
  • Abraão (957-994)
  • Gottschalk (994-1006)
  • Egilberto de Moosburg (1006-1039)
  • Nitker (1039-1052)
  • Ellenhard, Conde de Merano (1052-1078)
  • Meginhard, Conde de Scheyern (1078-1098)
  • Heinrich I de Ebersdorf (1098-1137)
  • Otão I de Frisinga (1138-1158)
  • Albert I (1158-1184)
  • Otto II (1184-1220)
  • Gerold von Waldeck (1220-1230)
  • Konrad I von Tölz und Hohenburg (1230-1258)
  • Konrad II de Wittelsbach (1258-1278)
  • Friedrich von Montalban (1279-1282)
  • Emicho de Wittelsbach (1283-1311)
  • Gottfried von Hexenagger (1311-1314)
  • Konrad III der Sendlinger (1314-1322)
  • Johannes I Wulfing (1323-1324)
  • Konrad IV von Klingenberg (1324-1340)
  • Johannes II Hake (1340-1349)
  • Albert II de Hohenberg (1349-1359)
  • Paul von Jägerndorf (1359-1377)
  • Leopold von Sturmberg (1377-1381)
  • Berthold von Wehingen (1381-1410)
  • Konrad V. von Hebenstreit (1411-1412)
  • Hermann Graf von Cilli (1412-1421)
  • Nicodemus de Scala (1421-1443)
  • Heinrich II de Schlick (1443-1448)
  • Johann Grünwald † (15 Jan. 1448, nomeado - 2 Dez. 1452, faleceu)
  • Johann Tulbeck † (Jan. 1453, nomeado - Nov. 1473, renunciou)
  • Sixtus von Tannberg † (12 Jan. 1474, nomeado - 14 Jul. 1495, faleceu)
  • Ruprecht Pfalzgraf von Rhein † (1 Ago. 1495, nomeado - 3 Dez. 1498, renunciou)
  • Philipp von der Pfalz † ( 1499, nomeado - 5 Jan. 1541, faleceu)
  • Heinrich Pfalzgraf von Rhein † (5 Jan. 1541, substituído - 3 Jan. 1552, faleceu)
  • Leo Lösch von Hilkershausen † (15 Fev. 1552, nomeado - 8 Abr. 1559, faleceu)
  • Moritz von Sandizell † (12 Jun. 1559, nomeado - 18 Out. 1566, renunciou)
  • Ernst Herzog von Bayern † (18 Out. 1566, nomeado - 17 Fev. 1612, faleceu)
  • Stephan von Seiboldsdorf † (7 Mai. 1612, nomeado - 16 Jan. 1618, faleceu)

Príncipes-bispos de Frisinga[editar | editar código-fonte]

  • Veit Adam Gepeckh von Arnsbach † (12 Fev. 1618, nomeado - 8 Dez. 1651, faleceu)
  • Albrecht Sigmund Herzog von Bayern † (8 Dez. 1651, nomeado - 5 Nov. 1685, faleceu)
  • Joseph Clemens Kajetan Herzog von Bayern † (4 Nov. 1685, substituído - 29 Set. 1694, renunciou)
  • Johann Franz Freiherr von Eckher von Kapfing und Liechteneck † (29 Jan. 1695, nomeado - 23 Fev. 1727, faleceu)
  • Johann Theodor Herzog von Bayern † (23 Fev. 1727, substituído - 27 Jan. 1763, faleceu)
  • Klemens Wenzeslaus Herzog von Sachsen † (18 Abr. 1763, nomeado - 20 Ago. 1768, renunciou)
  • Ludwig Joseph Freiherr von Welden auf Laubheim und Hohenaltingen † (23 Jan. 1769, nomeado - 15 Mar. 1788, faleceu)
  • Max Polykarp Reichsgraf von Törring-Jettenbach † (26 Mai. 1788, nomeado - 30 Dez. 1789, faleceu)
  • Joseph Konrad Freiherr von Schroffenberg, C.R.S.A. † (1 Mar. 1790, nomeado - 4 Abr. 1803, faleceu)
  • Joseph Jakob von Heckenstaller † (14 Abr. 1803, nomeado - 16 Fev. 1818, renunciou)

Arcebispos de Munique e Frisinga[editar | editar código-fonte]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

A arquidiocese, até o final de 2004, havia batizado 1.824.758 pessoas em uma população de 3.425.000, correspondendo a 53,3% do total.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arquidiocese de Munique e Frisinga