Atividade Paranormal 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paranormal Activity 2
Paranormal Activity 2
Atividade Paranormal 2 (PT/BR)
 Estados Unidos
2010 • cor • 91 min 
Direção Tod Williams
Produção Oren Peli
Jason Blum
Akiva Goldsman
Produção executiva Akiva Goldsman
Steven Schneider
Roteiro Michael R. Perry
Christopher Landon
Tom Pabst
Baseado em Michael R. Perry
Elenco Katie Featherston
Micah Sloat
Brian Boland
Sprague Grayden
Molly Ephraim
Tim Clemens
Idioma Inglês
Cinematografia Michael Simmonds
Estúdio Relativity Media
Participant Media
Distribuição Paramount Pictures
DreamWorks
Lançamento Estados Unidos 22 de Outubro de 2010
Brasil 22 de Outubro de 2010
Portugal 28 de Outubro de 2010
Orçamento US$3 milhões[1] [2]
Receita US$176.743.569[2]
Cronologia
Último
Último
Atividade Paranormal
Paranormal Activity: Tokyo Night
Próximo
Próximo

Atividade Paranormal 2 é um filme de terror dirigido por Tod Williams e escrito por Michael R. Perry, sequenciando o Atividade Paranormal. O filme estreou no cinema à meia-noite de 22 de outubro de 2010 no Brasil, Estados Unidos, México, Reino Unido, Canadá, Polônia e Irlanda.[3] .

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Os fatos deste segundo filme são em agosto de 2006, antes dos acontecimentos do 1º, que foram em Setembro/Outubro de 2006. O Filme mostra quando a família de Katie chega de uma viagem e percebe que a casa foi invadida. Katie já mora com Micah. Eles instalam câmeras de segurança pela casa em que moram Kristi (irmã de Katie), Daniel, (marido de Kristi, cunhado de Katie e sócio dono das lojas de fast-food Burger King)[carece de fontes?], Ali (sobrinha de Katie) e Hunter (sobrinho de Katie), além da cadela Abby. Também na casa trabalha a empregada mexicana Martínez, que tinha o hábito de ficar incensando a casa por acreditar ter espíritos maus e bons. Os bons traziam bênção à casa, mas os maus deviam ser espantados... [trata-se de uma percepção sensorial muito semelhante à do dr. Friedrichs]. O dono da casa, Daniel, não acredita e despede Martinez. No filme, Katie e Micah visitam a família e Kristi diz que coisas estão acontecendo, mas Katie insiste com a irmã para que não fale disso.

No início o marido Daniel e a enteada Ali não acreditam em Kristi. Depois coisas horríveis começam a acontecer com Ali - como quando a porta se fecha sozinha assim que ela a abre - que passa a acreditar. Pesquisando, Ali descobre algo como que quando uma pessoa faz pacto com o diabo a promessa é que o primeiro filho homem é o sacrifício (e o pequeno bebê Hunter é o primeiro filho homem, e da família). Ali imagina que sua Bisavó tenha feito pacto para ficar rica.

No decorrer da história, assim como aconteceu com Katie, Kristi fica possuída após ter sido arrastada do quarto até o porão. Após ver a esta cena nas filmagens, Daniel resolve chamar Martínez de volta para abençoar a casa então Daniel descobre uma mordida não humana na coxa de Kristi. A essa altura Kristi não deixa ninguém chegar perto de Hunter. Como não adianta, Daniel, pensando em salvar sua família, faz uma espécie de exorcismo em Kristi. Ele se aproxima dela com uma cruz quando está parada na cama, e ela avança nele. Daí, a luz da casa acaba, e todas as coisas começam a cair do nada. Acontece uma briga, e a câmera, que estava na mão de Daniel, cai no chão, e é possível ver o chão tremendo bastante com o denominado exorcismo. Daniel sofre, mas consegue tirar o espírito da Kristi. Martínez conta a ele que para o demônio parar de atormentá-los, eles tem que transferir-lo para alguém que tenha parentesco de sangue. Daí surge a história de Atividade Paranormal 1. Ele queima a foto de Katie quando era pequenina e dá uma espécie de terço ou colar para Katie de presente, junto com a câmera, pois ela conta que tem acontecido coisas estranhas em sua casa também. Um dia depois da morte de Micah, Katie retorna a casa (caracterizada do final do segundo filme), mata Daniel no sofá, vai até o quarto de Hunter, e mata Kristi, a jogando na camera, e com um leve sorriso maléfico. Pega Hunter nos braços e vai embora. Como Ali estava em um passeio da escola, é a única que sobrevive. E nos créditos, é dito que o paradeiro de Katie e de Hunter continua desconhecido...

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Paramount e DreamWorks contrataram o roteirista Michael R. Perry para criar a sequência. Oren Peli, o diretor do primeiro filme, atuou como produtor. Kevin Greutert, diretor de Jogos Mortais VI, foi inicialmente contratado para dirigir a sequência. No entanto Lions Gate Entertainment exerceu uma cláusula no contrato de Greutert para tê-lo dirigindo o último filme da franquia Jogos Mortais.[carece de fontes?]

Ambos os actores principais, Katie Featherston e Micah Sloat, voltaram a atuar juntos novamente na seqüência. Tod Williams dirigiu Atividade Paranormal 2, que iniciou a produção em Maio de 2010.[carece de fontes?]

Sequência[editar | editar código-fonte]

Com o sucesso absoluto de Atividade Paranormal nas bilheterias norte-americanas em 2008, não demorou muito para a Paramount informar que está planejando uma sequência. O filme de terror de baixo orçamento custou apenas US$ 11 mil e já arrecadou US$ 62,5 milhões.[4]

Brad Grey, presidente do estúdio, revelou ao Los Angeles Times que a empresa já adquiriu os direitos da continuação, e está estudando as possibilidades do enredo de uma sequência. De apenas US$ 14,8 milhões[5] .

Compra de Direitos de Autor[editar | editar código-fonte]

Para o primeiro filme, o estúdio adquiriu os direitos para o filme por apenas US$ 300.000 e gastou menos de US$ 10 milhões em publicidade, ainda Atividade Paranormal está a caminho de bater a marca de US$ 150 milhões. Claro que o artigo também menciona a sequência para 1999 é sucesso inesperado The Blair Witch Project, que só tirou em US$ 26,4 milhões em relação ao seu antecessor, de US$ 140,6 milhões [6] .

O estúdio tem direitos de distribuição internacional, em relação aos direitos nacionais que detém para o filme atual. Se o segundo for tão bem sucedido quanto o primeiro, seria uma grande soma de dinheiro[7] [8] .

Comentários[editar | editar código-fonte]

Os diretores garantem não seguir exemplos de A Bruxa de Blair 2[9] que gastou pouco no primeiro fazendo sucesso e gastou 10 vezes mais na sequência e lucrou menos que o primeiro com o pouco sucesso[10] .

No dia 2 de janeiro de 2009 o ator Micah Sloat deu uma entrevista ao sia Movie Web dizendo[11] :

Cquote1.svg Toda equipe do filme está ciente do perigo que se corre em cair no mesmo erro de A Bruxa de Blair 2, filme que, assim como o segundo Atividade Paranormal, ganhou uma injeção pesada de orçamento em relação ao primeiro título. Cquote2.svg

O Ator não revelou nada sobre o enredo do segundo filme e terminou dizendo:

Cquote1.svg O diretor Oren Peli (depois substituido por Tod Williams) pretende é fazer um filme tão surpreendente quanto o primeiro, com um enredo que assuste tanto quanto. Cquote2.svg

Direção e Roteiro[editar | editar código-fonte]

Oren Peli anunciou seu substituto na direção de Atividade Paranormal 2 será Tod Williams[12] e o roteiro será escrito por Michael R. Perry que escreveu roteiros como o da série Dr. House.[13] .

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

No dia 19 de Janeiro de 2010 o site da revista Rolling Stone liberou o nome do diretor e do roteirista de Atividade Paranormal 2[14] . O diretor seria Kevin Greutert de Jogos Mortais 6 mas ele foi impedido pela Lionsgate de dirigir o filme sequencia de Atividade Paranormal. Kevin Greutert dirigiu Jogos Mortais 6 e foi convidado pela Paramount em comandar a direção de Atividade Paranormal 2 e abandonou a Lionsgate para aceitar a proposta milionária, mas por causa de uma clausula de contrato com a Lionsgate ele foi obrigado a assumir a direção de Jogos Mortais 7 e recusar a proposta da Paramount. O motivo é que Atividade Paranormal estreou no mesmo período de Jogos Mortais 6 e fez com que o filme lucrasse bem menos do que se esperava[15] . As filmagens do filme serão iniciadas no começo de Março de 2009[16] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]