Benedetto Pamphili

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Benedetto Pamphili (muitas vezes grafado Pamphilj) (25 de abril de 1653 - 22 de março de 1730) foi um cardeal italiano, patrono das artes, compositor e libretista.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pamphili nasceu em Roma em 25 de abril de 1653 na poderosa família Pamphili.[1] Seu pai foi Camillo Pamphili, que também foi um cardeal, mas renunciou ao seu cargo para se casar com Olimpia Aldobrandini.

Pamphili foi Grão-Prior da Ordem de São João de Jerusalém em Roma de 1678[2] até o Papa Inocêncio XI fazer dele cardeal-diácono de Santa Maria in Campitelli no consistório de 1 de setembro de 1681. [2]

Inocêncio X fez dele Prefeito do Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica em 23 de março de 1685[2] ; se tornou legado papal de Bolonha em 1690, cardeal protodiácono em 1693, bem como arcipreste da Basílica de Santa Maria Maior e da Basílica de São João de Latrão.[2]

Em 1704, foi nomeado bibliotecário da Biblioteca Apostólica Vaticana e arquivista do Arquivo Secreto do Vaticano. Faleceu em 1730 e está enterrado no Sant'Agnese in Agone.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]