Bocaiuva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Bocaiuva
"Boc"
Bandeira de Bocaiuva
Brasão de Bocaiuva
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 14 de julho
Fundação 4 de junho de 1890
Gentílico bocaiuvense [1]
Prefeito(a) Ricardo Afonso Veloso (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Bocaiuva
Localização de Bocaiuva em Minas Gerais
Bocaiuva está localizado em: Brasil
Bocaiuva
Localização de Bocaiuva no Brasil
17° 06' 28" S 43° 48' 54" O17° 06' 28" S 43° 48' 54" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Norte de Minas IBGE/2008 [2]
Microrregião Bocaiuva IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Montes Claros, Engenheiro Navarro, Glaucilândia, Diamantina, Olhos-d'Água, Carbonita, Turmalina, Botumirim, Itacambira, Guaraciama e Claro dos Poções.
Distância até a capital 369 km[3]
Características geográficas
Área 3 232,660 km² [4]
População 48 974 hab. IBGE/2013[5]
Densidade 15,15 hab./km²
Altitude 698 m
Clima semiárido [6]  Bsh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,736 alto PNUD/2000 [7]
PIB R$ 348 575,069 mil IBGE/2008[8]
PIB per capita R$ 7 527,64 IBGE/2008[8]
Página oficial

Bocaiuva é um município brasileiro situado no interior do estado de Minas Gerais, cerca de 369 km [3] ao norte da capital Belo Horizonte. É a quinta cidade mais populosa do Norte de Minas e a 69ª do estado, com população estimada em 2013 em 48974 habitantes[5] .

Está na bacia hidrográfica do Rio Jequitinhonha.

História[editar | editar código-fonte]

Bocaiuva surgiu em 15 de junho de 1553, originada pelas expedições de Spinoza e Navarro. Eles vinham de Porto Seguro a procura de riquezas. Alguns integrantes dessa expedição resolveram permanecer no local por acha as terras promissoras.


A bandeira de Fernão Dias Leme iniciou a segunda entrada de pessoas na região. Pertenciam a essa bandeira Mathias Cardoso e Antônio Gonçalves Figueira.

Em 1700 surgiu em Bocaiuva a imagem do Senhor do Bonfim, que também contribuiu para o povoamento da Região.[9]

Existem duas versões a respeito da origem do nome "Bocaiuva", não se sabe se tem origem da palmeira Macaúba ou do abolicionista e jornalista Quintino Bocaiuva. Segundo a história, tudo começou com a imagem do Senhor do Bonfim, por volta do ano 1700. Dizem que aqui ela ficou pesada e até hoje se encontra para veneração do povo.

O primeiro nome oficial desta terra foi Curato de Macaúbas, depois Arraial do Senhor do Bonfim, depois, Freguesia do Senhor do Bonfim, Vila do Jequitaí, Vila Nova do Jequitaí.

Em 14 de julho de 1888, o município passa a denominação de Bocaiúva, com o Coronel Manoel Freire Figueiredo Fonseca.

Em 20 de maio de 1947 ocorreu um eclipse do Sol que teve sua faixa cruzando o território brasileiro. A cidade de Bocaiuva (MG) recebeu diversas expedições científicas para a realização de observações, coleta de dados e posteriores estudos sobre o fenômeno. As circunstâncias do imediato pós-Segunda Guerra Mundial conferiram um grande destaque na imprensa nacional e internacional a este evento, produzindo registros em diferentes mídias, Bocaiuva – cidade que recebeu a maioria das expedições científicas para a observação do fenômeno – e para a auto-afirmação de sua identidade como um local de produção de conhecimento.

Bocaiuva recebeu uma expedição de importantes pesquisadores e cientistas para o estudo do fenômeno, como o engenheiro e físico estadunidense Lyman James Briggs, diretor do National Bureau of Standards e que liderou a equipe do National Geographic Society, e o astrônomo belgo-americano George Van Biesbroeck, que confirmou a Teoria da Relatividade, em 1952.

A vinda do físico Albert Einstein até Bocaiuva, nesse período, é controversa e polêmica.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Hoje, Bocaiuva tem 48.974 habitantes, em uma área de 232.660 km², possui a melhor infra-estrutura sanitária do Norte de Minas, asfaltamento em mais de 80% das ruas e tem a segunda melhor arrecadação norte-mineira.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. IBGE Cidades@ O Brasil Município por Municipio. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Página visitada em 19 de agosto de 2009.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. a b Distâncias entre Municípios de Minas Distâncias BH/Municípios. Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG). Página visitada em 01 de dezembro de 2011.
  4. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  5. a b IBGE. Página visitada em 24 de novembro de 2013.
  6. World Map of the Köppen-Geiger climate classification World Map of the Köppen-Geiger climate classification. Institute for Veterinary Public Health. Página visitada em 24 de fevereiro de 2010.
  7. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  8. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  9. http://www.bocaiuva.com/?id=60002
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.