CCE

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Digibras Indústria do Brasil S/A
Slogan CCE: do jeito que você quer
Tipo Capital fechado
Indústria Manaus e São Paulo
Fundação Brasil São Paulo, Brasil (1964)
Sede Brasil Manaus, Brasil
Locais Brasil e China
Produtos Notebook - Tablet - Smartphone
Certificação Inmetro e Anatel
Página oficial http://www.cce.com.br

A CCE (Comércio de Componentes Eletrônicos) é uma empresa de origem brasileira de fabricação de eletrônicos. Inaugurada 1964 como uma pequena importadora e distribuidora de aparelhos eletrônicos. Com o surgimento da Zona Franca de Manaus em meados da década de 70, começam a produzir a primeira linha de aparelhos. Nos anos 80 que a marca CCE se consolidou e ganhou as casas dos brasileiros, atingindo o primeiro lugar em vendas no mercado de áudio.

Grupo Lenovo CCE[editar | editar código-fonte]

O grupo foi formado em 2012 com a compra de 100% do capital da empresa brasileira (Digibras Indústria do Brasil S/A). A compra foi realizada como forma da empresa chinesa Lenovo conquistar e expandir o mercado brasileiro. A Lenovo afirmou que o valor da compra da CCE é de R$ 300 milhões a serem pagos em dinheiro e ações. O valor corresponde ao preço base e está sujeito a ajustes. Ná época da compra, a empresa Positivo era a principal fabricante no pais.

Atualmente o grupo Lenovo é o maior fabricante de produtos de tecnologia (com as marcas Lenovo, IBM, CCE, Motorola ), como desktops, notebooks, netbooks, smartphones e TVs dentre outros, que são verdadeiros sinônimos de inovação. Figura entre os líderes em vendas do segmento no varejo e conta com parceiros renomados como Intel Corporation, Canonical Ltd. (desenvolvedora do Ubuntu), Microsoft, Qualcomm, AMD, entre outras.

Números CCE[editar | editar código-fonte]

A companhia tem;

1)Sete fábricas no polo industrial de Manaus e em São Paulo.

2)Cerca de 6 mil funcionários.

3)Faturou R$ 1,6 bilhão em 2011. Em 2011, a empresa produziu 774 mil PC's.

4)Já foram produzidos 80 milhões de produtos da marca no Brasil. 30 milhões correspondem a TV's.

Audio[editar | editar código-fonte]

Os equipamentos modulares da CCE geralmente tinham status inferior aos similares da Gradiente e da Polyvox, tendo entretanto, a vantagem do preço mais acessível. Outra característica que diferenciava a CCE das duas concorrentes citadas, é que ela sempre ofereceu equipamentos populares como os conjugados do tipo 3-em-1, “2-em-1”, rádio-gravadores e outros eletrônicos portáteis como os rádios relógios.

Na década de 1970, a companhia japonesa Kenwood forneceu tecnologia para muitos dos equipamentos modulares da empresa. A CCE chegou a fabricar e vender equipamentos sob esta marca.

Mas, assim como outros fabricantes brasileiros de eletrônicos, a CCE não se limitou a clonar os equipamentos de um determinado fabricante. Alguns produtos foram nacionalizados, outros adaptados e modificados a partir de projetos de diversos fornecedores estrangeiros, além daqueles que foram projetados pela própria empresa.

Atualmente a linha de áudio não é mais fabricada.

Smartphone[editar | editar código-fonte]

A empresa que já vendia aparelhos de celular a preço popular (fabricados pela sua atual proprietária na china). Com a compra a nova empresa passou a trazer aparelhos de alto custo benefício para o mercado brasileiro. Smarphones com valores a partir de R$249,90. Atualmente a linha CCE Motion Plus contem 5 aparelhos, todos eles com a tecnologia de Dual-Chip, Android, e processadores Qualcomm. Fazendo com que a marca atinja as classes B-C-D... ( A marca CCE é considerada pela Lenovo como empresa popular sendo a matriz a empresa de nicho comercial e classes privilegiadas)

Tablet[editar | editar código-fonte]

Assim como toda empresa a CCE também lançou tablets no mercado, após a reformulação da marca/empresa possui 5 modelos de tablets, sendo um deles com o chip intel agregando ainda mais qualidade aos produtos. Atualmente a linha CCE Motion Tab, todos eles com a tecnologia, Android, processadores QualComm(os 4 demais modelos).

Em 2013 o Governo comprou 8.096 tablets da Digibrás (CCE). Os aparelhos de sete polegadas, que serão distribuídos para todos os professores do ensino médio da rede pública do Estado. Os chamados tablets educacionais foram comprados para atender ao Programa Nacional de Tecnologia Educacional Proinfo, que incentiva a utilização de recursos tecnológicos em sala.

PCs e Notebook[editar | editar código-fonte]

Mesmo com a queda abrupta de vendas de computadores em todo mundo apenas a Lenovo Group Limited ainda continua crescendo. Atualmente com quedas de 3-4% por marcas americanas como HP, Dell, e outras, a Lenovo cresce 19% em números de itens vendidosa em todo mundo.

A CCE também não poderia ficar fora dessa corrida, uma vez que a compra foi realizada para trazer a vitória comercial do mundo também para o brasil, ou seja, sem a CCE a lenovo hoje ainda não seria a maior fabricante no Brasil. Atualmente a empresa possui 17 modelos à venda com tecnologia e design renovados. A principal mudança pós venda (do grupo brasileiro à empresa chinesa) é a adição de novas tecnologias como o TouchScreen e a linha All-In-One "tudo em um só".

Descontinuados[editar | editar código-fonte]

Em meados da década de 1980 a CCE ingressou no mercado de videocassetes e no final desta década lançou sua linha de televisores.

A CCE foi a única empresa no Brasil a vender um videocassete “player”, ou seja, um aparelho que tinha apenas a capacidade de reproduzir fitas pré-gravadas. Apesar de ter um custo menor que o de um aparelho convencional, o produto não obteve sucesso.

No setor de videogames, a empresa fabricou na década de 1980 um console similar e compatível ao Atari 2600 e, posteriormente um aparelho Top Game VG-8000/VG-9000 e depois o TurboGame, ambos bastante populares entre os jogadores da época, compatível com o Nintendo 8 bits que tinha dois slots podendo aceitar cartuchos em ambos os padrões: japonês e americano.

Em 1998 a CCE ingressou no mercado de eletrodomésticos fabricando e comercializando freezers e geladeiras. Atualmente (2006) a linha branca da empresa restringe-se a fornos de microondas.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.