Cabo Branco (Mauritânia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa que mostra o Cabo Branco, na Mauritânia

O Cabo Branco (em espanhol: Cabo Blanco; em francês: Cap Blanc, Cap Blanco ou Cap Branco; em árabe: رأس نواذيبو‎; transl.: Ras Nouadhibou) é um acidente geográfico situado na costa atlântica do Norte de África, na fronteira entre a Mauritânia e o Saara Ocidental, situado sensivelmente à latitude 21º Norte. O cabo dá nome à península da qual é a extremidade, onde se situa a pequena localidade de Lagouira, parte do Saara Ocidental controlado de facto por Marrocos, e Nouadhibou, a segunda maior cidade da Mauritânia.

O cabo deve seu nome aos rochedos brancos que foram avistados por seu descobridor em 1441. Não há dúvidas quanto à nacionalidade do descobridor (portuguesa), nem quanto ao ano. Há controvérsias, contudo, quanto a seu nome.

Assim, segundo Gomes Eanes de Zurara, na Crónica da Conquista e Descobrimento da Guiné, teria sido Nuno Tristão a descobrir o cabo; já para Diogo Gomes, na Relação do Descobrimento da Guiné, teria sido Gonçalo de Sintra e Dinis Dias; para outros ainda, teria sido Antão Gonçalves. O historiador Vitorino Magalhães Godinho propôs que Nuno Tristão teria apenas avistado o cabo, mas a tarefa de o dobrar teria sido conseguida pelos dois últimos navegantes, em viagem ulteriormente levada a cabo, ainda no mesmo ano, ou eventualmente em começos de 1442.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Rui Amendoeira, «Cabo Branco», Dicionário de História dos Descobrimentos Portugueses. Dir. de Luís de Albuquerque. Coord. de Francisco Contente Domingues, vol. I, Lisboa, Editorial Caminho, 1994.


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Mauritânia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.