Cajuru (Curitiba)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cajuru
Subprefeitura Cajuru
Área 11,55 km²
População 89.784 hab.
Densidade 77,72 hab/km²
Bairros Limítrofes Capão da Imbuia, Jardim Botânico, Jardim das Américas e Uberaba.
Principais Vias Avenida Presidente Afonso Camargo
Avenida Prefeito Maurício Fruet
Avenida Jornalista Aderbal Gaertner Stresser
Avenida Florianópolis
Rua Engenheiro Costa Barros
Rua Luiz França
Rua Niterói
Rua Filipinas
Rua Catulo da Paixão Cearense
Rua Sebastião Marcos Luiz
Rua 15 de Outubro
Rua Amador Bueno
Rodovia Curitiba-Paranaguá
Pontos de referência Hospital Cajuru
Oficina da América Latina Logística
Terminal Centenário
Paróquia Santíssima Trindade
Setor Esportivo
Terminal Vila Oficinas

Cajuru é um bairro da cidade brasileira de Curitiba, Paraná.

Referências históricas[editar | editar código-fonte]

As primeiras referências históricas sobre o bairro do Cajuru (palavra de origem indígena que quer dizer "boca ou entrada da mata") aparecem em 1681, numa petição de terras no caminho de Yuberaba (atual caminho de Itupava), no sítio chamado de "Cahajurú". Posteriormente, na década de 1840, aparecem registros de numerosas compras e transferências de terrenos na chamada Restinga do Cajuru.

A região, no entanto, só começa a ter presença marcante na vida de Curitiba a partir de 1858, com a instalação, no Cajuru, da rede provincial da Congregação das Irmãs de José de Chambery, as quais fundaram, em 1907, o Orfanato de São José e o Colégio Nossa Senhora de Lourdes.[1]

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

O bairro Cajuru possui a seguinte delimitação (ref. 2009) Ponto inicial na Ponte da Estrada de Ferro Curitiba – Paranaguá sobre o Rio Atuba. Segue pelo Rio Atuba, Marginal BR-277, Marginal BR-116, Estrada de Ferro Curitiba – Paranaguá, até o ponto inicial.[2]

Mapa IPPUC do zoneamento do Cajuru.[3]

O bairro Cajuru possui diversas subdivisões. São conhecidas como Jardins ou Vilas. As subdivisões do bairro Cajuru são:

  • Conjunto Residencial Mercúrio - região que engloba os Conjuntos Residenciais e condomínios localizados no entorno da Convento Solitude. É formado pelos conjuntos/condomínios: Mercúrio, Graciosa, Mirante da Serra, entre outros. O Conjunto Residencial Mercúrio, que dá nome à região, é conjunto residencial projetado e construído em meados da década de 1970 com financiamento do antigo sistema/banco Habitasul. É servido pelo Centro Municipal de Urgências Médicas do Cajuru e a Unidade de Saúde São Domingos, além de duas escolas públicas (Escola Municipal Irati e Colégio Estadual Professor Nilo Brandão) e duas particulares (Colégio e Faculdade Modelo e Colégio Nossa Senhora de Sion/Faculdade Sion), também possui um Farol do Saber (Farol do Saber Emiliano Perneta). É confundido como um bairro independente. É uma das melhores e mais desenvolvidas regiões do bairro. População de classe média e classe média alta. Existe projeto, de juntamente com a área do Terminal Centenário, torná-lo um bairro novo, possivelmente Jardim Mercúrio. Ver mapa IPPUC.[4]
  • Vila Centenário - região do Terminal Centenário. Possui comércio abundante, sendo uma das melhores regiões do bairro. Possui um escola pública (Escola Estadual Senhorinha) e uma particular (Colégio Adventista do Centenário/Faculdade Adventista Centenário) além de uma pré-escola pública (Frei Tito/Projeto Escola). É servido por um Armazém da Família. Região confundida como bairro independente. População de classe média e classe média baixa.

Dados estatísticos[editar | editar código-fonte]

  • Área (hectares): 1.155,20;
  • Idade Média da População: 26,44;
  • População Homens (2000): 43.727;
  • População Mulheres (2000): 46.057;
  • População Total: 89.784;
  • Distância do bairro ao centro (Marco Zero): 7.233 metros.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]