Caril japonês

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Um prato de caril japonês com arroz.

O caril japonês (em japonês: カレー, transl. karê, algumas vezes chamado de カリ, karī) é um dos pratos mais populares da culinária japonesa. Geralmente é servido de três maneiras: karē raisu (caril com arroz), karē udon (com macarrão) e karē-pan (pão). É geralmente mais grosso, mais doce e mais suave do que seu equivalente indiano.

Uma grande variedade de vegetais e carnes são usados para fazer o caril japonês. Os vegetais básicos são cebolas , cenouras e batatas. Algumas vezes são adicionados maçãs e mel para uma adocicação. Para a carne a de porco, de boi e de galinha são as mais populares, em ordem da popularidade. Em Tóquio o caril com carne de porco é o mais popular, enquanto em Osaka o de carne bovina é mais comum. Katsu-karē é a união do tonkatsu com molho caril.

O caril (curry) foi introduzido no Japão na Era Meiji (1869 - 1913), enquanto a Índia estava sob administração da Companhia Britânica das Índias Orientais. Por isso o caril é classificado no Japão como culinária ocidental e não como culinária oriental.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikilivros Livros e manuais no Wikilivros
Commons Categoria no Commons

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.