Companhia Britânica das Índias Orientais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira da Companhia Britânica das Índias Orientais

A Companhia Inglesa das Índias Orientais (mais tarde chamada Companhia Britânica das Índias Orientais) foi uma companhia majestática formada por comerciantes de Londres, em 1600, com o nome de “Company of Merchants of London Trading to the East Indies”,[1] a quem a rainha Elizabeth I concedeu o monopólio do comércio com as “Índias orientais” por um período de 15 anos.[2]

A Companhia Britânica das Índias Orientais tinha o monopólio da venda do chá nas colónias. Sem concorrência, ela vendia seu produto mais caro do que o chá contrabandeado da Holanda e vendido pelos comerciantes locais. Para combater a taxa sobre o chá e conseguir mais liberdade de comércio, alguns colonos iniciaram uma campanha, pedindo ao povo que consumisse o chá Holandês, mais caro mas sem impostos. O ponto alto da campanha foi a "Festa do chá de Boston". Em 16 de dezembro de 1773, um grupo de colonos, disfarçados de índios Mohawk, abordou três barcos da Companhia, atirando 342 caixas de chá para as águas do porto de Boston.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Companhia Britânica das Índias Orientais