Carlos Cruz-Díez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlos Cruz-Díez

Carlos Cruz-Díez (17 de agosto de Caracas, 1923) é um pintor venezuelano.

Ele passou sua carreira profissional trabalhando e ensinando, entre Paris e Caracas. Sua obra está representada em museus e sítios de arte pública internacional. Ele é representado por duas galerias americanas: Sicardi Gallery, em Houston, Texas, e Moka Gallery, em Chicago, Illinois[1] .

Ele é considerado uma das figuras principais da arte cinética, atualmente reside em Paris.

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Em 1957, ele retornou para a Venezuela e trabalhou em seu estúdio, Estudio de Artes Visuais, e começou a investigar o papel da cor na arte cinética. Ele também trabalhou como designer gráfico para publicações do Ministério da Educação, Caracas. Durante 1958-1960, atuou como Diretor Assistente e Professor na Escola de Belas Artes de Caracas.

Prémios[editar | editar código-fonte]

  • Prémio Internacional de Pintura (Bienal de São Paulo - 1967)
  • Prémio Nacional de Artes Plásticas da Venezuela - 1972

Referências

  1. Chilvers, Ian. The Oxford Dictionary of Art, Third Edition, London: Oxford University Press ISBN 978-0-19-860476-1

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carlos Cruz-Díez