Cloreto de amónio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Janeiro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde janeiro de 2008). Ajude e colabore com a tradução.
Cloreto de amónio
Alerta sobre risco à saúde
Ammonium chloride.jpg
Ammonium.svg Cl-.svg
NH4Cl.png
Nome IUPAC Cloreto de amônio
Outros nomes Sal amoníaco
Identificadores
Número CAS 12125-02-9
PubChem 25517
Número EINECS 235-186-4
Número RTECS BP4550000
Código ATC G04BA01
Propriedades
Fórmula molecular NH4Cl
Massa molar 53.49 g/mol
Aparência Sólido incolor
Densidade 1,53 g·cm-3[1]
Ponto de fusão

decompõe-se a 338 °C [1]

Solubilidade em água solúvel (372 g·l-1 a 20°C)[1]
29.7 g/100 mL (0 °C) [carece de fontes?]
77.3 g/100 mL (100 °C) [carece de fontes?]
Solubilidade em álcool 0.6 g/100 mL (19 °C) [carece de fontes?]
Pressão de vapor 1,3 hPa (160,4 °C)[1]
Acidez (pKa) 9.245 [carece de fontes?]
Índice de refracção (nD) 1.642 [carece de fontes?]
Termoquímica
Entalpia padrão
de formação
ΔfHo298
−314.55 kJ/mol[2] [3]
Entropia molar
padrão
So298
94.85 J K−1 mol−1[2]
Riscos associados
MSDS ICSC 1051
Classificação UE Prejudicial (Xn)
Irritante (Xi)
Índice UE 017-014-00-8
NFPA 704
NFPA 704.svg
0
1
0
 
Frases R R22, R36
Frases S S2, S22
Ponto de fulgor Não inflamável
LD50 1650 mg·kg-1 (Rato, oral) [4]
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Fluoreto de amônio
Brometo de amônio
Iodeto de amônio
Sulfeto de amônio
Outros catiões/cátions Cloreto de sódio
Cloreto de hidroxilamônio
Compostos relacionados Cloramina
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Cloreto de Amôniopt, cloreto de amôniobr ou ainda sal amoníaco é o composto químico de fórmula NH4Cℓ.

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

Solubilidade em água:

Temperatura Solubilidade (em g/100 g de água)
0 °C 29,6
20 °C 54,6
40 °C 57,5
60 °C 61,0
80 °C 66,1
100 °C 73,0

Segurança[editar | editar código-fonte]

A substância se decompõe ao ser aquecida intensamente ou ao arder, produzindo fumaça tóxica e irritante de óxidos de nitrogênio, amoníaco e cloreto de hidrogênio. A dissolução em água resulta em um ácido fraco. Reage violentamente com nitrato de amônio e clorato de potássio, originando perigo de incêndio e explosão. Reage com ácidos concentrados formando cloreto de hidrogênio e com bases fortes formando amoníaco. Reage com sais de prata formando compostos sensíveis o choque (fulminatos). Ataca ao cobre e seus compostos.

Obtenção[editar | editar código-fonte]

Cloreto de amônio é preparado comercialmente pela reação de amônia, NH3, com ácido clorídrico, HCl:

NH3 + HCl → NH4Cl

Pode ser obtido facilmente em solução, em laboratório, pela reação de amoníaco, com ácido clorídrico:

NH4OH + HCl → NH4Cl + H2O

História[editar | editar código-fonte]

O moderno nome "amônio" vem de sal amoníaco. A substância foi conhecida como sal nushadir (Árabe e Persa: نشادر) em países árabes e Pérsia, naosha (chinês: 硇砂, pinyin: náoshā) na China, nao sadar na Índia. Os romanos chamavam os depósitos de cloreto de amônio que eles coletavam próximo ao Templo de Júpiter Amun (grego Ἄμμων Ammon) na Líbia antiga 'sal ammoniacus' (sal de Amun) por causa da proximidade com o templo.[5]

Ele era considerado um dos quatro espíritos da alquimia islâmica [6] . Enquanto o meio pelo que se dissociava em dois materiais corrosivos (amônia e ácido clorídrico) os quais atacam metais convenceram alguns alquimistas de então que ele poderia deter a chave para a conversão de um metal em outro, árabes o usaram[carece de fontes?] como uma fonte de amônia:

2NH4Cl + 2CaO → CaCl2 + Ca(OH)2 + 2NH3

Aplicações[editar | editar código-fonte]

Cloreto de amônio é vendido em blocos em ferragens para uso em limpeza de solda em ferro e pode ser incluído no processos de solda como um fundente.

Outros usos incluem suplementação alimentar para gado, em xampu para cabelos, em estamparia de têxteis, na colagem e ligação de compensados, e como um ingrediente em meios nutritivos para levedo, em produtos de limpeza, e como medicamento antitússico. Sua ação expectorante é causada por ação irritante sobre a mucosa dos brônquios. Isto causa a produção excessiva de fluido do trato respiratório o qual presumivelmente é mais fácil de ser expelido. É também usado em um teste oral para diagnosticar acidose renal tubular distal.

Cloreto de amônio é usado no tratamento de neve, por exemplo em pistas de esqui em temperaturas acima de 0 °C, para endurecer a neve e retardar seu derretimento.[7]

Em diversos países o sal amoníaco é usado para doces com alcaçuz (como o salmiakki da Finlândia, lakrisal da Suécia, zoute drop da Holanda e o Dracula Piller da Dinamarca são exemplos populares), e como um flavorizante para vodcas.


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde janeiro de 2008). Ajude e colabore com a tradução.

Referências

  1. a b c d Registo de CAS RN 12125-02-9 na Base de Dados de Substâncias GESTIS do IFA, accessado em 15 de Agosto de 2007
  2. a b Solid state data from Predefinição:Nist
  3. PAETEC Formelsammlung Ausgabe 2003, Seite 116
  4. (en) « Ammonium chloride » em ChemIDplus
  5. Ammonia h2g2 Eponyms BBB.CO.UK (January 11, 2003). Visitado em 2007-11-08.
  6. Hassan, Ahmad Y. Arabic Alchemy: Science of the Art History of Science and Technology in Islam. Visitado em 2008-03-29.
  7. www.mpa.cc
Ícone de esboço Este artigo sobre um composto inorgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.