Columela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estátua de Columela, na Plaza de las Flores, em Cádis, Espanha

Lúcio Júnio Moderato (em latim: Lucius Junius Moderatus), de apelido ou alcunha Columela (latim: Columella; Gades, 4 d.C.Tarento, entre os anos 60 e 70 d.C.) foi um escritor romano, reconhecido pelos seus tratados sobre agronomia.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido na Bética, tal como Séneca, de quem foi amigo, esteve algum tempo no exército romano e foi tribuno na Síria no ano 35 d.C. Mudou-se para Roma, onde se dedicou à agricultura em grande escala, pondo em prática os seus conhecimentos. Na capital do Império Romano formou parte dos círculos sociais mais elevados.

Da sua obra escrita chegaram-nos De re rustica [1] (Os trabalhos do campo) e Liber de arboribus [2] (Libro das árvores). Na primeira destas obras, dividida em doze volumes, e inspirando-se em obras anteriores de Catão, o Velho, Marco Terêncio Varrão e outros autores latinos, gregos ou cartagineses, trata sobre todos os trabalhos do campo no mais amplo sentido do termo: desde a prática da agricultura, pecuária e apicultura, até à cura de animais, passando pela elaboração de distintos produtos e conservas. No livro De Arboribus discorre sobre o cultivo arvense, como o da videira, até árvores como a oliveira ou as árvores de fruto, e mesmo flores como a violeta ou a rosa. A obra de Columella é considerada o reportório mais extenso e documentado sobre agricultura romana.

Outros Agrônomos Romanos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências