Conselho Internacional de Críquete

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
International Cricket Council (Conselho Internacional de Críquete)
Icc.jpg
Países membros do Conselho
Lema "Todos pelo Críquete"
Fundação 15 de junho de 1915 (99 anos)
Tipo Esportiva
Sede Dubai, Emirados Árabes Unidos
Membros 106
Presidente N. Srinivasan
Organização Haroon Lorgat
Sítio oficial site

O Conselho Internacional de Críquete (International Cricket Council, ICC em inglês) é a organização esportiva que regula os maiores campeonatos internacionais de críquete. Sua sede fica em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. O ICC é quem organiza a Copa do Mundo de Críquete, sendo esta disputada à cada quatro anos desde 1975.

História[editar | editar código-fonte]

Em 15 de junho de 1909 representantes de Inglaterra, Austrália e África do Sul se reuniram e fundaram o Conferência Imperial de Críquete (Imperial Cricket Council no original em inglês). A associação tinha como principal objetivo promover o críquete dentro do Império Britânico e de suas colônias pelo mundo. Índia, Nova Zelândia e as Índias Ocidentais (West Indies no original, também conhecida como a seleção do Caribe, composta por atletas de países como a Guiana, Trinidad & Tobago e Jamaica) foram eleitos como Full Members em 1926, dobrando o número de países que jogam os chamados Test Match de 3 para seis.

Neste ano ocorreu uma mudança no conselho, que incluiu a permissão para se realizar eleições. Assim, foram criadas confederações e associações que tenham como finalidade promover o críquete regional.

Após a formação do estado do Paquistão em 1947, o pais recebeu status de nação test em 1952. Isso aconteceu devido ao desta nova nação e a Índia formarem um único país no esporte, antes da citada separação.

No ano de 1965, a Conferência Imperial de Críquete foi rebatizada para Conferência Internacional de Críquete (devido ao aumento de países praticantes do esporte que não se restringia mais apenas ao Reino Unido). Com a criação deste apareceram novas regras, que visavam permitir a eleição de países de fora da comunidade britânica dentro do Conselho. Isto levou à expansão de tal com a admissão de membros associados. As nações associadas passaram a ter direito a um voto cada dentro do Conselho, enquanto que os membros fundadores e os Full Teams tinham direito a dois votos (em resoluções do TPI).

O Sri Lanka foi admitido como membro pleno em 1981, retornando o número de países que jogam os Test-Match para sete. Em 1989 novas regras foram adotadas e Conferência Internacional de Críquete mudou seu nome para o atual,sendo este o Conselho Internacional de Críquete. A África do Sul foi reeleita como membro pleno do TPI em 1991 (após o fim do Apartheid), o que foi seguido em 1992 pela admissão de Zimbabwe como sendo a nona seção apta para os Test-Matches. Por fim, o Bangladesh foi admitido na ICC, em um protocolo similar ao da adesão anteriormente citado.

Atualmente, os dez países à seguir possuem lugares cativos nas Copas do Mundo de Críquete, dada a história do desporto aqui explanada. São eles: África do Sul, Zimbabwe, Inglaterra, Índias Ocidentais (West Indies, a seleção caribenha), Paquistão, Índia, Bangladesh, Sri Lanka, Austrália e Nova Zelândia. As quatro vagas remanescentes são ofertadas via torneios ao redor do globo, todos eles administrados pela ICC e obedecendo a um criterioso sistema de divisões mundiais e continentais, que possuem acesso e descenso ano a ano. O privilégio de tais vagas são destinados aos melhores colocados da Segunda Divisão mundial, em caráter comum.

Países como Quênia, Canadá, Escócia e Irlanda já participaram de algumas edições da Copa do Mundo. Curiosamente, países como a Guiana e a Jamaica já possuem suas próprias seleções de críquete, muito embora façam parte do seleto da West Indies também. Dentro das três grandes divisões mundiais do críquete, nomes como Bermuda e Holanda (Segunda Divisão), Argentina e Dinamarca (Terceira Divisão) também se fazem presentes.

O Brasil, que se tornou membro da ICC em 2002, atualmente está na Segunda Divisão das Américas. Teve como melhor campanha um título regional do continente em 2009, sendo este disputado em solo chileno. A Argentina é uma das forças continentais deste desporto, ao lado do Canadá (o principal destaque) e de Bermuda. À nível mundial convém sempre destacar os embates em campo que envolvam os selecionados de Austrália, Nova Zelândia, Inglaterra, Sri Lanka, Índia, Paquistão e África do Sul.

Países que pertencem a ICC.

Links externos[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.