David Toro Ruilova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
David Toro Ruilova
Presidente da Bolívia Bolívia
Mandato 22 de maio de 1936
a 13 de julho de 1937
Antecessor(a) José Luis Tejada Sorzano
Sucessor(a) Germán Busch Becerra
Vida
Nascimento 24 de junho de 1898
Sucre Bolívia
Morte 25 de julho de 1977 (79 anos)
Santiago do Chile Chile

David Toro Ruilova (Sucre, 24 de junho de 1898Santiago do Chile, 25 de julho de 1977) foi um político boliviano e presidente de seu país entre 22 de maio de 1936 e 13 de julho de 1937.

Após o resultado insatisfatório da Guerra do Chaco, o exército se projeta na vida política boliviana. A elite civil ligada aos mineradores de estanho é responsabilizada pela derrota. Nesse contexto, o governo Toro (1936 a 1937) representa um socialismo militar, de matiz "anti-imperialista". Toro chegou a nacionalizar os bens da Standard Oil, por suspeita de colaboracionismo com o inimigo paraguaio.


Precedido por
José Luis Tejada Sorzano
Presidentes de Bolívia
1936 - 1937
Sucedido por
Germán Busch Becerra



Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.