Ducado da Normandia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Ducado da Normandia foi uma entidade independente entre 911 e 1204, que corresponde grosso modo à actual região francesa da Normandia.

O ducado foi estabelecido em 911, no tratado de Saint-Clair-sur-Epte, que conferiu a Rollo, um líder Viking, o estatuto de jarl. As suas terras eram compostas pelos condados de Ruão (que se tornou capital), Pays de Caux e Talou, colonizados pelos Vikings. Mais tarde, foram acrescentados outros territórios. O primeiro senhor do ducado da Normandia a ser conhecido como duque foi Ricardo II.

Em 1066, o duque Guilherme II torna-se rei de Inglaterra como Guilherme I, após o sucesso da batalha de Hastings e da conquista normanda. A partir de então, o ducado passou a fazer parte da coroa inglesa, sendo o duque o herdeiro de Inglaterra, ou um parente próximo.

Em 1204, o rei Filipe II de França conquistou o ducado da Normandia que anexou ao seu território. Os reis ingleses continuaram a reclamar a sua possessão continental até 1259, quando desistem oficialmente da Normandia. Não haveria de ser um facto facilmente assimilado: a vontade de recuperar os territórios franceses, foi uma das motivações da Guerra dos cem anos entre Inglaterra e França.

Depois do século XV, duque da Normandia passou a ser um título conferido a membros da família real francesa.

Duques da Normandia[editar | editar código-fonte]

até à anexação formal por França em 1259

Ligações externas[editar | editar código-fonte]