Duodeno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Duodeno
Tractus intestinalis duodenum.svg
Latim duodenum digitorum
Gray assunto #248 1169
Sistema Sistema digestivo
Vascularização Artéria pancreaticoduodenal inferior, Artéria pancreaticoduodenal superior
Inervação Gânglio celíaco, nervo vago

O duodeno /ˌdəˈdinəm/ é a primeira seção do intestino delgado, na maioria dos vertebrados superiores, incluindo mamíferos, répteis e aves. Nos peixes, as divisões do intestino delgado não são tão claras, e os termos do intestino anterior ou intestino proximal podem ser usadas em vez de duodeno.[1] Nos mamíferos, o duodeno pode ser o principal local para a absorção de ferro.[2]

O duodeno precede o jejuno e íleon, e é a parte mais curta do intestino delgado,[3] onde a digestão mais química ocorre.[4] O nome do duodeno provem do latim duodenum digitorum, ou "largura de doze dedos", porque o seu comprimento era estimado em doze dedos transversos.[3]

Nos seres humanos, o duodeno é um tubo oco articulado com cerca de 25-38 centímetros ao longo da ligação do estômago ao jejuno. O intestino delgado mede cerca de sete metros, tendo 2,5 cm de diâmetro médio.[3] Ele começa com o bulbo duodenal e termina no ligamento de Treitz.[5]

Função[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:

É no duodeno que o suco biliar, vindo da vesícula biliar e anteriormente do fígado, junta-se ao alimento sobre a Papilla duodeni major. Pela mudança de pH entre o estômago e o duodeno, diversas enzimas digestivas são ativadas. O duodeno é a porção primária do intestino delgado (ou fino) e possui diversas vilosidades. Em suas criptas encontramos várias células distintas.

Duodeno é um tubo onde se tem espaço para a maior parte do processo digestivo. Suas paredes se compõe de uma série de pregas que incrementam a superfície de absorção e secreção. No duodeno os alimentos se misturam a bile (uma espécie de detergente) expulsada pela vesícula biliar e com os sucos digestivos enviados pelo pâncreas.

Referências

  1. Guillaume, Jean; Praxis Publishing, Sadasivam Kaushik, Pierre Bergot, Robert Metailler. Nutrition and Feeding of Fish and Crustaceans (em inglês). [S.l.]: Springer, 2001. p. 31. ISBN 1-85233-241-7
  2. Latunde-Dada GO. (2002). "Molecular and functional roles of duodenal cytochrome B (Dcytb) in iron metabolism" (em inglês). Blood Cells Mol. Dis. 29 (3): 356–60 pp.. DOI:10.1006/bcmd.2002.0574. PMID 12547225.
  3. a b c Duodeno (em português). Porto Editora. Infopédia. Página visitada em 31 de agosto de 2013.
  4. Overview (em inglês). MedScape. Página visitada em 31 de agosto de 2013.
  5. van Gijn J. (2011). "Treitz and his ligament" (em inglês). Ned Tijdschr Geneeskd 155 (8). PMID 21557825.

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • [EBS – Editora Biologia & Saúde Haylton Gray Moreira, 2ª edição.]
  • [Biologia volume único: Sergio Linhares, Fernado Gewandsznajder. 1ª edição, 2005.]
  • [DANGELO, J. G., FATTINI, C. A., Anatomia Humana Básica, Atheneu, 3ª edição.]
Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.