Engenho analítico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A máquina analítica, também designado engenho analítico foi na história dos computadores um projecto de um computador mecânico moderno de uso geral, feito pelo professor de matemática britânico Charles Babbage. Foi descrito pela primeira vez em 1837, mas Babbage continuou a trabalhar no projecto até sua morte, em 1871. Por causa de questões técnicas, financeiras, políticas e legais, o engenho nunca foi realmente construído.

Computadores de uso geral, logicamente comparáveis ao engenho analítico, só iriam surgir, de forma totalmente independente da pesquisa de Charles Babbage, cerca de 100 anos mais tarde.

Alguns acreditam que as limitações tecnológicas da época constituíam-se num obstáculo adicional para a construção da máquina; outros acreditam que a máquina poderia ter sido construída com sucesso, mesmo usando a tecnologia da época, se houvesse obtido um forte apoio financeiro e político. Em todo caso, a máquina seria enorme e extremamente cara.

Trívia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.