Estonianos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estonianos
População total

1,1 milhão

Regiões com população significativa
 Estónia 930 219
 Canadá 30 000
 Rússia 28 113
(2002) [1]
 Estados Unidos 25 034
(2000) [2]
 Suécia 25 000
 Brasil 20 000
 Finlândia 10 000
Línguas
Estoniano
Religiões
Apenas um quinto da população declara ser membro de uma igreja, a maioria de Luteranos. Cerca de 11% segue Religiões Indígenas da Estônia ou a religião Taara.
Grupos étnicos relacionados
Finlandeses, Húngaros

Os Estonianos (em estoniano: eestlased) são um povo que originalmente habita a Estônia, porção norte da península báltica. Os estonianos são um povo fino-báltico, mais intimamente ligados aos finlandeses e aos lapões do que aos lituanos e letões, seus vizinhos de península.

História[editar | editar código-fonte]

Acredita-se que a Estônia foi primeiro habitada há 10 000 anos, logo após o mar báltico degelar e descobrir a parte norte da península báltica. Não se sabe ao certo qual a língua desses primeiros habitantes, mas o certo é que os ocupantes que chegaram lá há 5000 anos, e que são ascendentes diretos dos estonianos modernos, já falavam uma língua primitiva da ordem das línguas fino-úgricas.

A definição de estoniano, acredita-se, vem do historiador romano Tacitus, que em seu livro Germania definiu como os povos do extremo leste da Europa conhecida, como os éstios. Mas antes, os escandinavos já chamavam a região sul do Golfo da Finlândia como Eistland e seu povo de eisti, bem próximo do que os próprios estonianos se chamam: Eesti.
Nas histórias eslavas, a tribo dos Chuds é relacionada a região báltica e seu povo fala uma língua parecida com as línguas Finas).

A língua estoniana é classificada como sendo do grupo das línguas fino-úgricas e da classe das fino-bálticas, como o finlandês. O primeiro livro em estoniano foi editado em 1525, mas documentos sobre aspectos da língua datam do século XIII, início das cruzadas contra a Estônia, um dos últimos lugares pagãos da Europa.

Os Estonianos tem fortes laços com os países nórdicos, devido aos diversos séculos de ocupação dos escandinavos e dos alemães[1] . Inclusive, os próprios estonianos se consideram mais nórdicos do que bálticos[2] [3] , principalmente devido à proximidade da língua com o finlandês

Referências e Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Piirimäe, Helmut. Historical heritage: the relations between Estonia and her Nordic neighbors. In M. Lauristin et al. (eds.), Return to the Western world: Cultural and political perspectives on the Estonian post-communist transition. Tartu: Tartu University Press, 1997.
  2. Estonian foreign ministry report, 2004
  3. Estonian foreign ministry report, 2002