Francisco Farnésio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Francisco Farnésio
Duque de Parma e Piacenza
Anonym Herzog Francesco Farnese.jpg
Francisco Farnésio
Governo
Consorte Doroteia Sofia de Neuburgo
Casa Real Casa Ducal de Parma
Dinastia Farnésio
Vida
Nascimento 19 de Maio de 1678
Parma, Flag of the Duchy of Parma.svg Ducado de Parma e Piacenza
Morte 26 de maio de 1727 (49 anos)
Parma, Flag of the Duchy of Parma.svg Ducado de Parma e Piacenza
Filhos -
Pai Rainúncio II Farnésio
Mãe Maria d’Este (também conhecida por Maria de Módena)

Francisco Farnésio (em italiano Francesco Farnese) (Parma, 19 de Maio de 1678 – Parma, 26 de Maio de 1727) foi o sétimo e penúltimo Duque de Parma da dinastia Farnésio, reinando de 1694 até à sua morte em 1727.

Casou com Doroteia Sofia de Neuburgo, viúva de seu irmão mais velho, Eduardo, Príncipe herdeiro de Parma, para evitar o devolução do dote da noiva. O príncipe Eduardo morrera em vida de seu pai, pelo que foi Francisco Farnésio a suceder a Rainúncio II Farnésio.

A sua inaptidão em produzir um herdeiro combinada com a esterilidade de seu irmão António Farnésio, veio a originar que a sucessão do ducado de Parma viesse a cair em Carlos de Bourbon, filho de sua sobrinha Isabel Farnésio.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Segundo filho do duque Rainúncio II Farnésio e de Maria d'Este, princesa de Módena, Francisco, nasceu em 1678, e sucede a seu pai com 17 anos de idade, em 11 de Dezembro de 1694, dada a morte prepatura de seu irmão mais velho, o príncipe Eduardo Farnésio.

Ranuccio II legara-lhe um pequeno ducado, encravado no norte de Itália, com reduzido significado politico submerso em dívidas devidas, em grande parte, à extravagante corte ducal.

Em 1700, com a morte de Carlos II de Espanha sem herdeiro, iniciou-se a Guerra da Sucessão de Espanha entre a França e a Áustria. O duque, procurando manter as tropas estrangeiras fora do seu ducado, adoptou uma política de neutralidade; contudo os austríacos, comandados pelo príncipe Eugénio de Saboia, ocuparam parte dos territórios dos Farnésio. Quando Francisco se queixou a Leopoldo I, o imperador respondeu-lhe que ele seria devidamente compensado numa data posterior. Contudo, já no final da guerra, a Áustria, que entretanto passara a ser governada por José I, filho de Leopoldo I, esqueceu as promessas de reparação, e declarou o ducado de Parma um feudo do Império.

Em 1714, Francisco conseguiu casar a sua sobrinha e enteada, Isabel Farnésio (Elisabetta Farnese), com Filipe V de Espanha, o pretendente francês ao trono de Espanha que, entretanto enviuvara. Francisco pretendia que o filho mais velho de Isabel, Carlos de Bourbon, herdasse os domínios dos Farnésio, pelo que tentou dissuadir o seu irmão mais novo, António, de casar e de perpetuar a linhagem. Contudo, António veio a casar com Henriqueta d’Este, mas morreu sem geração em 1731, abrindo caminho a Carlos de Bourbon para a sucessão em Parma. Apesar disso, Carlos veio a trocar o ducado de Parma pelo Reino de Nápoles e Sícília, para onde levou todos os tesouros dos Farnésio.

Títulos e honras[editar | editar código-fonte]

  • 19 de Maio de 1678 – 6 de Setembro de 1693: Sua Alteza o Príncipe Francisco de Parma
  • 6 de Setembro de 1693 - 11 de Dezembro de 1694: Sua Alteza o Príncipe herdeiro de Parma
  • 11 de Dezembro de 1694 - 26 de Maio de 1727: Sua Alteza o Duque de Parma

Ascendência[editar | editar código-fonte]

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
16. Alexandre Farnésio, Duque de Parma
 
 
 
 
 
 
 
8. Rainúncio I Farnésio, Duque de Parma
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
17. Infanta Maria de Guimarães
 
 
 
 
 
 
 
4. Eduardo I Farnésio, Duque de Parma
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
18. Gianfrancesco Aldobrandini, Príncipe de Rossano
 
 
 
 
 
 
 
9. Margarida Aldobrandini
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
19. Olimpia Aldobrandini, Princessa de Rossano
 
 
 
 
 
 
 
2. Rainúncio II Farnésio Duque de Parma
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
20. Fernando I de Médici, Grão Duque da Toscana
 
 
 
 
 
 
 
10. Cosme II de Médici, Grão Duque da Toscana
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
21. Cristina de Lorena
 
 
 
 
 
 
 
5. Margarida de Médici
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
22. Carlos II de Áustria
 
 
 
 
 
 
 
11. Maria Madalena de Áustria
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
23. Maria Ana da Baviera
 
 
 
 
 
 
 
1. Francisco Farnésio
Duque de Parma
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
24. César d'Este, Duque de Módena
 
 
 
 
 
 
 
12. Afonso III de Módena
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
25. Virginia de Médici
 
 
 
 
 
 
 
6. Francisco I de Módena
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
26. Carlos Emanuel I de Saboia
 
 
 
 
 
 
 
13. Isabel de Saboia
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
27. Catarina Micaela de Espanha
 
 
 
 
 
 
 
3. Maria d'Este
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
28. Alexandre Farnésio, Duque de Parma (=16)
 
 
 
 
 
 
 
14. Rainúncio I Farnésio, Duque de Parma (=8)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
29. Infanta Maria de Guimarães (=17)
 
 
 
 
 
 
 
7. Maria Farnésio
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
30. Gianfrancesco Aldobrandini, Príncipe of Rossano (=18)
 
 
 
 
 
 
 
15. Margarida Aldobrandini (=9)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
31. Olimpia Aldobrandini (=19)
 
 
 
 
 
 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Armstrong, Edward (1892). Elisabeth Farnese: "The Termagent of Spain". Longmans, Green, & Co: New York.
  • Solari, Giovanna (1968). The House of Farnese: A Portrait of a Great Family of the Renaissance. Doubleday & Company: New York.
  • Acton, Harold (1956). The Bourbons of Naples (1734–1825). Methuen & Co: London.
Precedido por
Rainúncio II
Duque de Parma e Piacenza
1694 - 1727
Armoiries Parme 1592.svg
Sucedido por
António I

Referências