Franklin Cascaes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Franklin Cascaes
Nome completo Franklin Joaquim Cascaes
Outros nomes Seo Franklin
Nascimento 16 de Outubro de 1908
Santa Catarina Florianópolis, SC
 Brasil
Morte 15 de março de 1983 (74 anos)
Santa Catarina Florianópolis, SC
 Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Ocupação Folclorista, ceramista, contista, antropólogo, gravurista e escritor
Período de atividade 1974-1983 (9 anos)
Gênero literário Cultura açoriana, fantasia, folclore

Franklin Joaquim Cascaes (Florianópolis, 16 de outubro de 1908Florianópolis, 15 de março de 1983) foi um pesquisador da cultura açoriana, folclorista, ceramista, antropólogo, gravurista e escritor brasileiro. Cascaes na praia de Itaguaçu, em Florianópolis na primavera

Dedicou sua vida ao estudo da cultura açoriana na Ilha de Santa Catarina e região, incluindo aspectos folclóricos, culturais, suas lendas e superstições. Usou uma linguagem fonética para retratar a fala do povo no cotidiano.

Seu trabalho somente passou a ser divulgado em 1974, quando tinha 66 anos.

No ano de 1983, um acervo chamado "Coleção Professora Elizabeth Pavan Cascaes", que ainda está em fase de documentação, foi criado, com doações do próprio autor contendo suas obras artísticas. Hoje, o acervo está sob a guarda da Universidade Federal de Santa Catarina, que realiza um bom trabalho na conservação do frágil acervo do mestre. São aproximadamente 3.000 peças em cerâmica, madeira, cestaria e gesso; 400 gravuras em nanquim; 400 desenhos a lápis e grande conjunto de escritos que envolvem lendas, contos, crônicas e cartas, todos resultados do trabalho de 30 anos de Franklin Cascaes junto a população ilhoa coletando depoimentos, histórias e estórias místicas em torno das bruxas, herança cultural açoriana.

Em 1991 a extinta Rede Manchede produziu a minissérie Ilha das Bruxas, escrita por Paulo Figueiredo a partir da obra de Frankiln Cascaes.

Em 2008, no centenário de seu nascimento, o pesquisador foi homenageado com o livro Treze Cascaes, uma coletânea de treze contos de diferentes autores, que recriaram uma história em cima das histórias de Franklin Cascaes. O livro é dedicado a resgatar a cultura.

Principais obras[editar | editar código-fonte]

Contos
  • Balanço bruxólico
  • Nossa Senhora, o linguado e o siri
  • A Bruxa metamorfoseou o sapato
  • Balé das mulheres bruxas
  • Mulheres bruxas atacando cavalos
  • O Boitatá
  • Mulheres dando nós em caudas e crinas de cavalos
Livros
  • O Fantástico na Ilha de Santa Catarina (Volumes 1 e 2)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.