Frederico III da Saxônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frederico III
Príncipe-eleitor da Saxônia
Frederico III, Eleitor da Saxônia (pintura de Lucas Cranach o Velho, 1532)
Governo 26 de agosto de 1483
até 5 de maio de 1525
Predecessor Ernesto
Sucessor João
Casa real Wettin
Pai Ernesto, Eleitor da Saxônia
Mãe Isabel da Baviera
Nascimento 17 de Janeiro de 1463
Torgau
Morte 5 de maio de 1525 (62 anos)
Langau
Enterro Wittenberg

Frederico III, também conhecido como Frederico, o Sábio, (17 de Janeiro de 1463 - 5 de Maio de 1525) foi o Príncipe-eleitor da Saxónia entre 1486 e 1525.

Foi o filho de Ernst, Príncipe-eleitor da Saxónia e da esposa Elisabete, filha de Alberto, duque da Baviera. Ele sucedeu ao pai como eleitor em 1486.

Em 1502 ele fundou a Universidade de Wittenberg, onde Martinho Lutero e Melanchthon ensinaram.

Ele foi também o candidato do papa Leão X para santo imperador romano em 1519, mas ajudou a eleger Carlos V. Frederico conseguiu a isenção da Saxónia do Édito de Worms e assegurou que Lutero fosse ouvido perante a Dieta de Worms em 1521. [1]

Ele protegeu Lutero do imperador e do papa ao ordenar que o abrigassem no castelo de Wartburg após a Dieta de Worms.

Frederico teve no entanto pouco contacto pessoal com Lutero, tendo permanecido católico romano.

Referências

  1. O seqüestro de 1521 Ultimato, Edição 262 Janeiro-Fevereiro 2000. Visitado em 2 de março de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Frederico III da Saxônia
Ícone de esboço Este artigo sobre história da Alemanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.