Frente Popular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Frente Popular foi o nome de diversas forças ou coligações eleitorais de partidos de esquerda.

Seus componentes principais eram partidos de esquerda (socialistas e comunistas) junto a partidos burgueses liberais e o de centro-esquerda (radicais republicanos).

As coligações mais destacáveis foram:

Origem[editar | editar código-fonte]

As "frentes populares" foram concebidas em um movimento de "giro" da Internacional Comunista. Nos anos vinte, até a ascensão do nazismo, o órgão máximo dos partidos comunistas aplicou uma política tida por muitos como ultra-esquerdista, a qual negava qualquer tipo de aliança entre os partidos comunistas e os partidos da social-democracia (partidos socialistas). Esta posição foi adotada no VI Congresso da Internacional Comunista, a qual abandonou a linha da frente única, proibindo qualquer aliança com a social-democracia, caracterizada como "ala esquerda do fascismo".

Após 1933 e a proscrição política do Partido Comunista Alemão, a Internacional Comunista, em nome de "barrar o fascismo", gira 180º em sua política, adotando a linha das frentes populares.